Você está aqui: Página Inicial / Política / STF investiga se Paulo Maluf fez caixa dois em 2010

Política

Irregularidades

STF investiga se Paulo Maluf fez caixa dois em 2010

por Agência Brasil publicado 19/03/2013 18h30, última modificação 19/03/2013 18h30
Há a suspeita de que o deputado teve despesas de quase R$ 170 mil pagas por empresa de sua família, mas não declarou os gastos

Por Débora Zampier*

Brasília – O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu inquérito para investigar se o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) cometeu crime de caixa dois na campanha eleitoral de 2010. O ministro Luiz Fux atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para aprofundar investigação iniciada na Justiça Eleitoral de São Paulo.

Há suspeita de que Maluf teve despesas de quase 170 mil reais pagas pela empresa Eucatex, que pertence à sua família, sem declarar os gastos em sua prestação de contas. Apurações indicaram que a empresa Artzac prestou serviços à Eucatex, mas com destinação para a campanha de Maluf. A quantia corresponde a 21% do total gasto na campanha.

         

A operação resultou na rejeição das contas de Maluf na Justiça Eleitoral de São Paulo. Para aprofundar as apurações, a PGR pediu uma série de diligências ao STF, que foram atendidas por Fux e devem ser cumpridas no prazo de 60 dias da data da publicação do despacho, que é do dia 19 de fevereiro.

Entre as medidas, estão a solicitação, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de cópias de notas fiscais emitidas pela Artzac, assim como a oitiva do dono da empresa e do próprio Maluf.

*Publicado originalmente em Agência Brasil.

registrado em: ,