Você está aqui: Página Inicial / Política / SP elege protetor dos animais e ex-chefes da Rota

Política

Câmara Municipal

SP elege protetor dos animais e ex-chefes da Rota

por Redação Carta Capital — publicado 08/10/2012 15h05, última modificação 08/10/2012 16h16
Seja quem for, o futuro prefeito eleito dependerá do chamado “centrão” para governar a maior cidade do Brasil
tripoli

Campanha do deputado Tripolo, do PV: apelo aos animais e recorde de votos

Os seis candidatos mais votadas para a Câmara Municipal de São Paulo apoiaram o candidato José Serra (PSDB) no primeiro turno da eleição. O PSDB aumentou sua bancada de 8 para 9 vereadores. Já o PT manteve a sua base atual, de 11. Candidatos que apoiam Serra conseguiram 25 cadeiras. Já os de Fernando Haddad (PT), 16. Se eleitos, qualquer um dos candidatos terá de se apoiar nos partidos sem apoios definidos, o chamado “centrão”, para governar.

Candidato à reeleição, Roberto Tripoli (PV) foi o vereador mais votado, com 132.313 votos. Líder do governo de Gilberto Kassab (PSD) na Câmara, ele fez uma campanha em que quase não aparecia. No lugar do seu rosto, era usado um cachorro nos cavaletes e fotos espalhados pela cidade. Ex-secretário das subprefeituras na gestão de Kassab, Andrea Matarazzo (PSDB) teve o segundo melhor desempenho, com 117.617 votos.

Três vereadores ligados à Polícia Militar foram eleitos. O ex-chefe da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) Paulo Telhada (PSDB) recebeu quase 90 mil votos. Telhada ganhou os noticiários durante as eleições por incitar protestos contra um repórter da Folha de S.Paulo por causa de reportagens sobre a polícia em São Paulo. O caso deu início a protestos e ameaças contra o jornalismo, que, por segurança, teve de deixar o Brasil.

Conte Lopes (PTB), outro ex-capitão da Rota, também conseguiu uma vaga na Câmara. Outro eleito foi o coronel Álvaro Camilo (PSD), que comandou a Polícia Militar no governo de José Serra.

Netinho de Paula (PCdoB) obteve 50.698 votos. A esperança do seu partido era fazer dele um grande puxador de votos, mas, embora eleito, ele foi somente o 11º mais votado.

Entre os derrotados na disputa pela reeleição está Wadih Mutran (PP). Após quase trinta anos na casa, ele não recebeu votos suficientes para se reeleger. Agnaldo Timóteo (PR) fez 12.009 votos e também não conseguiu um novo mandato. Ex-ministro dos Esportes, Orlando Silva (PCdoB) não se elegeu mesmo com as aparições do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao seu lado no programa eleitoral.

 

Saiba quem são os vereadores eleitos em SP:

Tripoli (PV) - 132.313 votos
Andrea Matarazzo (PSDB) - 117.617
Goulart (PSD) - 104.301
Milton Leite (DEM) - 101.664
Coronel Telhada (PSDB) - 89.053
Antonio Carlos Rodrigues (PR) - 67.161
Otta (PSB) - 62.693
Mário Covas Neto (PSDB) - 60.697
Eliseu Gabriel (PSB) - 53.634
Celso Jatene (PTB) - 52.099
Netinho de Paula (PC do B) - 50.698
Toninho Paiva (PR) - 48.613
Donato (PT) - 47.039
Juliana Cardoso (PT) - 46.757
Senival Moura (PT) - 46.524
Pastor Edemilson Chaves (PP) - 45.826
Sandra Tadeu (DEM) - 45.770
Nabil Bonduki (PT) - 42.411
Ricardo Young (PPS) - 42.098
Marco Aurélio Cunha (PSD) - 40.130
Adilson Amadeu (PTB) - 40.100
Sousa Santos (PSD) - 39.658
Dalton Silvano (PV) - 39.304
Floriano Pesaro (PSDB) - 37.780
Claudinho (PSDB) - 37.441
Alfredinho (PT) - 36.634
Noemi Nonato (PSB) - 35.601
Jean Madeira (PRB) - 35.036
Patricia Bezerra (PSDB) - 34.511
Edir Sales (PSD) - 34.476
José Américo (PT) - 34.291
Marta Costa (PSD) - 32.914
Aurélio Miguel (PR) - 32.509
Atilio Francisco (PRB) - 32.482
Arselino Tatto (PT) - 32.135
David Soares (PSD) - 32.081
Gilson Barreto (PSDB) - 31.995
Conte Lopes (PTB) - 31.947
Jair Tatto (PT) - 31.685
Paulo Frange (PTB) - 30.891
Ricardo Nunes (PMDB) - 30.747
Ricardo Teixeira (PV) - 30.698
Vavá dos Transportes (PT) - 29.242
Aurélio Nomura (PSDB) - 29.236
Eduardo Tuma (PSDB) - 28.756
Reis (PT) - 28.627
Police Neto (PSD) - 28.278
Paulo Fiorilo (PT) - 27.805
Gilberto Natalini (PV) - 26.806
George Hato (PMDB) - 24.611
Doutor Calvo (PMDB) - 24.282
Ari Friedenbach (PPS) - 22.597
Nelo Rodolfo (PMDB) - 18.219
Laércio Benko (PHS) - 17.918
Toninho Vespoli (PSOL) - 80.822

 

registrado em: , ,