Você está aqui: Página Inicial / Política / Salário Mínimo de R$ 600 vira eixo de campanha de Serra

Política

Tucano em campanha

Salário Mínimo de R$ 600 vira eixo de campanha de Serra

por Redação Carta Capital — publicado 16/09/2010 16h17, última modificação 16/09/2010 16h18
À exaustão, candidato e seu programa de TV apresentam nova proposta do programa de governo tucano

À exaustão, candidato e seu programa de TV apresentam nova proposta do programa de governo tucano

A julgar pelo que assistimos na noite desta quarta-feira 15 na TV, a proposta de aumento do salário mínimo para R$ 600 apresentada pelo candidato José Serra passou a ser seu novo eixo de campanha para atingir as camadas mais pobres da população.

Novas vinhetas no horário gratuito de televisão, novos jingles no programa de rádio, declarações de populares em apoio à promessa e do candidato a explicar porque é viável essa medida a partir de 2011.
Em um dos comerciais de TV, a peça publicitária apresenta um gráfico de colunas com 5 notas de R$ 100 e uma de R$ 10, a totalizar os R$ 510, o Mínimo atual. Daí, desaparece a nota de R$ 10 e surge uma de R$ 100, para representar a proposta nova do programa eleitoral de Serra. Em seu programa de rádio, o locutor explica que com os R$ 90 reais a mais é possível “comprar um fogão novo em três prestações”.

CartaCapital pergunta: quando tal proposta surgiu no programa de governo do candidato?

registrado em: ,