Você está aqui: Página Inicial / Política / Ratinho Júnior ataca a aliança entre Fruet e o PT

Política

Eleições 2012 - Curitiba

Ratinho Júnior ataca a aliança entre Fruet e o PT

por Redação Carta Capital — publicado 17/10/2012 18h57, última modificação 17/10/2012 18h57
Atrás nas pesquisas, candidato do PSC sobe o tom pela primeira vez na campanha e cita críticas de Fruet ao PT quando deputado na época do 'mensalão'
ratinho junior

Ratinho Júnior (PSC) parte para o ataque pela primeira vez na eleição de Curitiba: Gustavo Fruet (PDT) é favorito no 2º turno. Foto: Divulgação

Atrás 15 pontos nas pesquisas, o candidato Ratinho Júnior (PSC) partiu para o ataque contra o rival Gustavo Fruet (PDT) à prefeitura de Curitiba. Em campanha no Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (Sinclapol), Ratinho bateu na aliança entre Fruet e o PT, ao contrário do que vinha fazendo desde o início da campanha. As informações são da Gazeta do Povo.

Ele questiona a legitimidade da aliança entre Fruet e o Partido dos Trabalhadores porque o pedetista, quando pertencia ao PSDB, era um dos mais severos críticos de Lula e o 'mensalão' no Congresso Nacional. "Em especial partindo do Gustavo, que sempre foi um crítico e inclusive acusou o presidente Lula de crime de responsabilidade no caso do 'mensalão'", disse.

Ratinho mirou suas críticas nos líderes do PT em Santa Catarina, o ministro Paulo Bernardo e a ministra Gleisi Hoffmann, e procurou criar algum terror com a possível proximidade do filho de José Dirceu e a possível gestão Fruet. "O PT de Curitiba optou por uma aliança que não era a minha. Eu tenho respeito pelos militantes do PT pela cúpula não. E quem vai comandar a cidade é a cúpula", disse . "O filho do Zé Dirceu [deputado federal Zeca Dirceu] está apoiando o Gustavo, que foi um dos maiores críticos do mensalão. Não fica um ponto de interrogação para a sociedade?", pergunta.

O candidato do PSC liderou o 1º turno, mas segue 15 pontos atrás de Gustavo Fruet no 2º turno.

 

 

 

 

registrado em: ,