Você está aqui: Página Inicial / Política / Ranking da transparência reprova seis cidades-sede

Política

Copa do Mundo

Ranking da transparência reprova seis cidades-sede

por Agência Brasil publicado 03/12/2013 17h48, última modificação 04/12/2013 09h34
Brasília, Porto Alegre e Belo Horizonte foram as únicas apontadas como cidades com alta transparência, tendo nota acima de 70
Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Copa

Manifestantes driblaram as barreiras colocadas pela polícia e fazem protesto em frente ao Estádio Nacional Mané Garrincha, onde ocorrerá a abertura da Copa das Confederações

Daniel Mello

São Paulo – Seis cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 foram reprovadas, com notas baixas ou muito baixas, no ranking de transparência elaborado pelo Instituto Ethos. A avaliação, divulgada nesta terça-feira 3, é feita com base em 90 perguntas que abordam questões como a disponibilidade de informações e a participação dos cidadãos nos investimentos de preparação para o mundial. A partir das respostas, a cidade recebe uma nota que vai até 100.

As cidades de São Paulo, do Recife, de Manaus e Fortaleza tiveram menos de 40 pontos e foram classificadas como capitais com baixa transparência. Salvador e Natal ficaram com nota inferior a 20, que indica um nível muito baixo de transparência. “Natal foi o destaque negativo, pois diminuiu a pontuação em relação à primeira edição” ressalta o texto sobre a capital do Rio Grande do Norte, a mais mal avaliada este ano.

Brasília, Porto Alegre e Belo Horizonte foram as únicas apontadas como cidades com alta transparência, tendo nota acima de 70. Com 50,37 pontos, as cidades do Rio de Janeiro, de Curitiba e Cuiabá foram classificadas como de transparência média.