Você está aqui: Página Inicial / Política / R$ 100 mil jogados pela janela em Boa Vista

Política

Roraima

R$ 100 mil jogados pela janela em Boa Vista

por Redação Carta Capital — publicado 02/10/2010 11h12, última modificação 02/10/2010 11h12
PF apreende dinheiro de empresário, que diz ter recebido no comitê do senador Romero Jucá (PMDB). Este nega a acusação

PF apreende dinheiro de empresário, que diz ter recebido no comitê do senador Romero Jucá (PMDB). Este nega a acusação

Mais um caso estranho para tumultuar as eleições: a Polícia Federal, em ação na cidade de Boa Vista, capital de Roraima, apreendeu um pacote com a quantia de R$ 100 mil, jogados pela janela do carro dirigido pelo empresário Amarildo da Rocha Freitas, que acabara de sair do comitê do senador Romero Jucá, do PMDB, candidato à reeleição.

Detido, Freitas disse em seu depoimento que havia recebido o dinheiro das mãos do próprio senador e que “assustado”, havia jogado o pacote pela janela do carro quando se viu perseguido pelos policiais. Afirmou também que não sabia qual o conteúdo do pacote. Ele é irmão de Urzeni Rocha, do PSDB, hoje deputado federal e também candidato à reeleição.
A PF informou que seus homens estavam de tocaia na porta do comitê de Jucá. Houve troca de tiros quando o carro de Freitas saiu do local.

O senador compareceu à sede da PF acompanhado pelo deputado Márcio Junqueira, do DEM. Representantes da campanha de Jucá afirmaram à Folha de S.Paulo que o dinheiro seria usado para pagar cabos eleitorais, entretanto, segundo O Estado de S.Paulo, em seu depoimento à PF o senador teria negado que o dinheiro seria de sua campanha.

O que o leitor acha disto?

registrado em: