Você está aqui: Página Inicial / Política / PV descarta briga interna como motivação para roubo de sede

Política

Eleições 2010

PV descarta briga interna como motivação para roubo de sede

por Redação Carta Capital — publicado 22/09/2010 12h00, última modificação 22/09/2010 16h59
O partido rebate a hipótese levantada nesta quarta-feira 22 pelo jornal Folha de S.Paulo para invasão de comitê em São Paulo

O partido rebate a hipótese levantada nesta quarta-feira 22 pelo jornal Folha de S.Paulo para invasão de comitê em São Paulo

O roubo à sede do Partido Verde em São Paulo segue rendendo hipóteses. Uma delas, levantada na edição desta quarta-feira 22 pela Folha de S.Paulo, foi a de crime motivado por briga interna do próprio partido. "Não sei de onde eles tiraram isso", rebate o assessor para Assuntos Jurídicos do PV, Laércio Benko.

Segundo o assessor, as investigações sobre a autoria do roubo ainda não avançaram. "O partido nunca esteve tão unido", afirma. Os ladrões invadiram a sede paulista do PV no domingo 19. Foram levados computadores com informações de campanha, recibos, talões de cheque, fichas de filiação e documentos relativos à disputa eleitoral. Outras duas sedes do PV - em Rio Branco, no Acre, e em Brasília, Distrito Federal - foram vandalizadas.

registrado em: