Você está aqui: Página Inicial / Política / Prefeito de Jandira é morto a tiros nesta sexta-feira 10

Política

Crime

Prefeito de Jandira é morto a tiros nesta sexta-feira 10

por Redação Carta Capital — publicado 10/12/2010 14h16, última modificação 10/12/2010 14h17
Braz Paschoalin (PSDB) estava a caminho de um programa semanal de rádio na cidade da Grande São Paulo. Polícia prende dois suspeitos

O prefeito da cidade de Jandira, Braz Paschoalin (PSDB), foi morto em um atentado na manhã desta sexta-feira 10, segundo a Secretaria de Segurança Pública. As informações iniciais são de que o prefeito da cidade da Grande São Paulo estava em um veículo acompanhado do motorista, Wellington Martins, quando foi interceptado por dois homens em um Ford Focus, que iniciaram os disparos. Paschoalin estava a caminho da Rádio Astral FM, para participar de um programa semanal das 8h às 8h30.

Os tiros atingiram o prefeito e o motorista, que chegaram a ser socorridos pela Guarda Civil Metropolitana. Paschoalin, entretanto, não resistiu as ferimentos. Já Wellington Martins foi encaminhado ao Hospital das Clínicas, na capital, onde passa por cirurgia. Ele se encontra em estado gravíssimo.

Dentro do veículo em que estava o prefeito foram encontradas cápsulas de fuzis e de pistolas 9mm. Cápsulas também foram apreendidas em um Focus localizado próximo ao local do crime. O carro tinha um forte odor de gasolina, o que, segundo a polícia, leva a crer que os responsáveis estivessem planejando incendiá-lo. Duas pessoas foram presas para averiguação.

Carreira política
Braz Paschoalin estava em seu terceiro mandato a frente da prefeitura de Jandira. Ele foi eleito pela primeira vez em 1988, retornou em 1996 e ganhou o pleito de 2008. O município declarou luto oficial de sete dias.

registrado em: