Você está aqui: Página Inicial / Política / "Um homem público exemplar e empreendedor apaixonado pelo Brasil", afirma o governador Geraldo Alckmin

Política

José Alencar

"Um homem público exemplar e empreendedor apaixonado pelo Brasil", afirma o governador Geraldo Alckmin

por Redação Carta Capital — publicado 29/03/2011 18h17, última modificação 30/03/2011 12h37
A morte de Alencar tem enorme repercussão. Manifestações de pesar chegam de políticos de todos os partidos. Registre aqui a sua declaração. Da Redação

José Alencar foi um homem com o incrível dom de reunir reconhecimento e respeito de políticos e empresários dos mais diversos partidos. Na sua morte, pela internet e pelo Twitter se multiplicam as manifestações de apreço ao ex-vice-presidente da República. Alguns deles falaram diretamente à CartaCapital. Leia aqui algumas declarações.

“Eu acho que o José Alencar foi um dos grandes modelos de homem público no País. Ele mostrou a flexibilidade necessária ao seu papel e garantiu a chegada de Lula no poder. Não se descaracterizou de seu conservadorismo e de seus princípios durante o poder, mas acreditou que eles seriam necessários para chegar onde chegou.

Ele foi um conservador que construiu caminho para a esquerda chegar ao poder. No tempo de Jango, a esquerda chegou ao poder, mas de forma conturbada.Alencar teve um papel histórico que nem ele mesmo acreditava ter cumprido ao ter concordado em participar desse governo.

Outro ponto a ressaltar foi o fato dele ter lutado contra a morte de forma serena, determinada e corajosa como pouquíssimas pessoas sabem fazer. Ele inspirou o Brasil em sua determinação contra a morte. O Brasil vai ter nele um modelo de determinação e amor à vida.” Declaração de Ricardo Young, candidato ao Senado pelo Partido Verde (PV).

"Com a morte do José Alencar nós perdemos uma parte de cada um de nós. É uma grande perda para o Brasil, para o povo brasileiro, para nossa história pelo exemplo de vida, de político e pela história de José Alencar. Manifesto meus pêsames para todo família e hoje todos estamos em luto porque todos somos da família de Jose Alencar." Depoimento do líder do Governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT).

"José Alencar aliou como poucos auto-determinação e cidadania. Ser um empreendedor de sucesso não o distanciou da plena consciência social. Tanto que se lançou já maduro à vida pública. Foi coerente e atuante em seus anos de Vice-Presidência. José Alencar foi destemido como poucos na luta pela vida, revelando a real medida de sua rara bravura. No dia de hoje, seu exemplo é ainda maior que sua perda." Depoimento de Dr. Alfredo Cotait Neto, secretário municipal de Relações Internacionais da prefeitura de São Paulo (DEM).

"O José Alencar era muito querido e tivemos uma relação muito boa. Ele me chamava carinhosamente de conterrâneo, porque tinha uma empresa no Rio Grande do Norte. Foi a perda de um homem público, de um empresário sério e de um grande parceiro do nosso projeto encabeçado pelo presidente Lula. Eles foram grandes parceiros e o José Alencar angariou apoio à campanha do Lula. Ter um empresário ao lado de Lula foi importante para a nossa caminhada pela consolidação da democracia no Brasil." Depoimento do deputado federal Vicentinho (PT-SP).

"A vida pública brasileira perde um ícone da nossa melhor política, aquela com pê maiúsculo. Empresário e político, ele foi um exemplo de determinação, altivez e coragem. É lamentável e triste que o Brasil, sua família e seus amigos tenham de enfrentar tal perda, neste momento, com tanta dor. Ele foi um brasileiro verdadeiramente identificado com a nossa gente, comprometido com a construção de uma sociedade mais justa, apegado aos nossos melhores valores democráticos. Foi uma honra conhecê-lo e servir ao seu lado no governo Lula. José Alencar permanecerá como uma força de inspiração para todos os brasileiros". Depoimento do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi (PMDB).

"Perdemos um grande brasileiro. Um homem que se dedicou a causa pública, que entregou-se verdadeiramente à vida pública no sentido mais nobre da palavra. Ele sempre foi de uma correção extraordinária e tinha a virtude da lealdade. Esteve sempre junto ao presidente Lula não só nos momentos fáceis, mas também nos difíceis. Além do mais, José Alencar era um homem que tinha a virtude da serenidade. Ele enfrentou a morte de uma forma extraordinária e serene. Nunca se viu uma ponta de amargura em sua voz, mesmo nas fases mais difíceis. Perdemos um grande brasileiro, um homem simples, sereno, afável e que pensava acima de tudo no País." Depoimento do deputado federal Emiliano José (PT-BA).

Alencar "foi um extraordinário exemplo de ser humano, que nos deu a todos inigualáveis lições de vida, de luta e de fé”. Depoimento de Jorge Hage, ministro-chefe da Controladoria-Geral da União.

"Foi com profundo pesar que recebi a notícia do falecimento do ex-vice-presidente da República, José Alencar, ocorrida nesta terça-feira (29/3), às 14h45.

O ex-vice-presidente virou símbolo de coragem para o país ao dar exemplo de determinação e serenidade. José Alencar era um guerreiro que, ao longo de sua trajetória, conquistou a admiração de todos os brasileiros. Certamente o Brasil está muito triste ao perder um grande patriota, que deixou seu nome na história brasileira. Neste momento de dor, transmito meus sentimentos a todos da sua família." Depoimento de José Eduardo Cardozo, ministro de Estado da Justiça.

“Brasileiro dos melhores, homem honrado, um grande homem público que hoje nos deixa e que, seguramente, vai nos fazer muita falta”. Depoimento do presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE).

“Empresário com grande sensibilidade social, nunca escondeu sua convicções, mesmo aquelas contrárias às determinações do governo. José Alencar cativou o povo brasileiro com sua disposição e amor à vida, lutando bravamente e sempre com alegria e bom humor. Certamente deixa um legado que fará parte de uma biografia digna dos grandes homens públicos”. Depoimento do líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP).

“Ele sempre olhou o interesse nacional e as aspirações da população brasileira”. Depoimento do líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR).

“Ele tinha características raras em um político. Foi um empreendedor, um dos maiores do Brasil, que permitiu a geração de milhares de empregos. Sempre foi um obstinado, sobretudo pela vida. Começou sua atuação política um pouco mais tarde, sempre demonstrando enorme espírito público, desprendimento permanente e uma vontade de viver que muito nos emociona. Gostava de cantar em verso em prosa sua trajetória de um menino pobre do interior que se transformou em um dos maiores empresários do país e uma das maiores referências da vida pública brasileira”. Depoimento do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

"O José Alencar foi uma pessoa muito bem quista entre nós, principalmente por sua luta pela vida, a perseverança em continuar lutando. Ele foi um grande defensor da pátria brasileira e, durante os oito anos no governo, manteve extrema lealdade ao presidente Lula. Ele soube exercer com muita categoria o cargo de vicepresidente. Na campanha de 2002, o José de Alencar foi um personagem muito importante porque, por transitar no meio empresarial, deu confiabilidade às propostas do presidente Lula." Depoimento de Carlos Zarattini, deputado federal (PT-SP).

"Eu lamento muito a morte dele. Eu gosto de pessoas que gostam da vida. Eu nunca vi uma pessoa tão apegada a vida como ele, que passou por tanta cirurgias." Depoimento do deputado federal Jean Willys, P-SOL.

"José Alencar foi fundamental para o sucesso do governo Lula. Representou um contraponto em muitos momentos e contribuiu com críticas quando achou necessário. Foi da mais absoluta lealdade e fidelidade ao projeto do governo Lula fundamental para e estabilidade do país, principalmente na crise política 2005." Depoimento de Humberto Costa, senador (PT-PE) e líder do governo no Senado.

“José Alencar viveu uma vida extraordinária em todos os sentidos. De origem humilde, construiu um grande império. Construiu uma família feliz e solida e teve o amor de sua esposa Mariza e filhos até o fim.

Já maduro rumou para a política culminando com a vice-presidência do mais popular presidente que o Brasil já teve. Sua presença na chapa presidencial foi determinante na eleição de Lula. E essa amizade e parceria cresceu e se solidificou mesmo quando às vezes divergiam.

Os últimos anos vividos com bravura no enfrentamento da doença que o levou marcaram sua atuação pública com outras tintas: um homem de gigantesca determinação, coragem fora de série e alegria de viver como poucos. Foi-se um grande brasileiro. Ficam muitos exemplos.” Declaração da senadora Marta Suplicy (PT-SP).

"Vice-presidente da República durante dois mandatos, é uma pessoa que merece nosso respeito, nossa admiração e as nossas condolências para toda a sua família. "É o exemplo de um homem cordial, mesmo dentro dos conflitos políticos. Um homem de grande coragem pessoal e um batalhador. Foi um empresário que construiu um verdadeiro pacto manufatureiro na área têxtil, contribui também muito para o desenvolvimento do Brasil." Declaração de José Serra (PSDB).

“José Alencar foi um aliado importante para as vitórias de 2002 e de 2006, e teve um papel destacado no novo ciclo político inaugurado por Lula. Ele entendia também os problemas vitais do povo, já que havia tido uma origem humilde e se tornou um grande empresário”. Depoimento do presidente Nacional do PCdoB, Renato Rabelo.

"Este sim era um José diferente. Porque foi um homem de empresa e de negócios que nunca se acocorou frente ao capital financeiro. Sofrendo uma doença terrível enfrentou com uma galhardia que jamais desanimou, quando dessa situação muitos se abatem. Gosta da vida que chegou ao ponto de ter fábrica de cachaça. Era um vice com personalidade, mas jamais quis ofuscar o presidente, fato raro no Brasil. O José Alencar não era nenhum socialista, mas as pessoas trabalharem com sinceridade e, acima de tudo, com muito bom humor. Me chamava de sobrinho, mas o Alencar dele era emprestado. Enfim, gostava muito dele." Depoimento de deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ).

"José Alencar representou um grande exemplo de grandeza e de lealdade. Ele foi escolhido para concorrer à vicepresidência por preencher um vazio na campanha de Lula. Como vice, teve um papel magnífico na história do Brasil e ocupou seu cargo com grande carinho e lealdade. Lealdade não apenas com o Lula, mas também com a presidenta Dilma Rousseff. Mantivemos uma grande amizade, principalmente quando ele esteve no Senado. Eu tive nele um grande amigo e aprendi com seu profundo conhecimento humanístico." Declaração de Pedro Simon, senador (PMDB-RS).

"O Brasil perde um grande homem, notável estadista. Que Deus dê a todos nós força para suprir a dor de sua ausência”. Depoimento de Paulo Maluf, deputado federal pelo PP-SP.

“Todos nós perdemos hoje uma pessoa muito querida e admirada. José Alencar é um exemplo de dedicação ao trabalho, à família e à democracia. Sua luta pela vida é uma síntese da enorme coragem do povo brasileiro. Deixa, além da saudade, uma grande lição de empenho pela causa pública e pelo desenvolvimento do País”. Depoimento de Gilberto Kassab, prefeito da cidade de São Paulo.

“Alencar foi decisivo para a eleição de Lula”. Declaração de Cristovam Buarque, senador do PDT-DF.

“Perdemos um grande brasileiro, um grande político, um gladiador pela vida, um homem que tinha coragem de discordar, concordar, de ser solidário. Ele deixa o seu exemplo pessoal, a sua correção, a maneira com que ele enfrentou a doença, com que lutou pela vida, com que soube sofrer, isso tudo é sem dúvida uma lembrança que o povo brasileiro jamais vai esquecer”. Depoimento de José Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado.

“Ele era um homem público exemplar e empreendedor apaixonado pelo Brasil e pelo povo brasileiro. Uma figura humana cativante, um homem de fé, de superação, que tinha um enorme amor à vida”. Declaração de Geraldo Alckmin, governador de São Paulo.

Ouça a declaração do governador da Bahia Jacques Wagner. Clique aqui

"A Social Democracia Cristã apresenta os seus sentimentos pelo falecimento do ex-vice-presidente da República, José Alencar, falecido nesta terça-feira. José Alencar deixa uma história de vida que imortalizará sua memória e será, sempre, um exemplo de correção na vida pública. Que Deus conforte sua família e seus amigos, neste momento de tanta dor." Nota oficial do Partido Social Democrata Cristão.

"Eu perco um amigo e um amigo solidário. O PT perde muito, porque ele virou uma figura política muito querida. Ele sempre esteve ao meu lado nos momentos mais difíceis, de forma muito afetiva, e sempre me defendeu publicamente Quando ele foi sair como vice oito anos atrás foi muito difícil aprovar o nome dele, e quatro anos atrás foi unânime. Ele conquistou o PT. Eu fui o primeiro do PT a conhecê-lo. E ele tem como melhor qualidade ser mineiro. Ele e o Lula tiveram uma relação de lealdade muito grande. Sempre quando o Lula ia viajar, o Brasil estava em boas mãos. Nós conversamos ao telefone algumas semanas atrás e ele estava muito ligado em tudo. Falamos sobre a situação do Oriente Medo, as políticas do governo, sobre tudo. Ele sempre foi uma pessoa que falou de tudo até os seus últimos dias." Depoimento de José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil.

"Ele deixa uma lição de vida extraordinária. A luta dele pela vida e a serenidade com que ele enfrentou esse momento difícil é incrível. Ele conduziou da forma mais serena e equilibrada, e positiva. Sempre lidou com a morte de uma forma muito positiva. Ele deixa um exemplo para todo brasileiro de resistência. Como figura política, ele atuou de forma muito firme ao lado do presidente Lula nas dificuldades que aquela gestão enfrentou. Foi um vice-presidente exemplar. Nos encontrávamos com mais frequencia quando ele era senador e eu estava em meu primeiro mandato de deputada. Ele sempre me tratou com muita gentileza. Uma figura de muita simpatia e delicadeza." Depoimento da deputada federal Luiza Erundina (PSB).

"Assim como todos os brasileiros, lamento profundamente a morte de José Alencar. Lutou com força e determinação contra uma doença tão agressiva. É um exemplo de dignidade e amor à vida. A postura dele sempre me impressionou. Acredito que todos que acompanharam seu drama foram positivamente influenciados pela forma como encarou a doença, com tranqüilidade e transparência.

Quando estive à frente do Ministério do Meio Ambiente, José Alencar sempre me deu apoio e teve uma atitude acolhedora nas questões que apresentei. Nos momentos em que assumiu a Presidência da República, fazia questão de falar comigo pessoalmente antes de assinar qualquer medida na área ambiental. E foi a partir desta convivência que aprendi que ele era uma pessoa acessível e disposta a ouvir.

Tenho um carinho muito grande por ele e me solidarizo com a sua mulher, dona Mariza, e com seus filhos. Que Deus os sustente neste momento e lhes dê consolo".

Marina Silva (PV)

registrado em: