Você está aqui: Página Inicial / Política / PM paulista promove desarmamento infantil na zona sul da capital

Política

Conscientização

PM paulista promove desarmamento infantil na zona sul da capital

por Rede Brasil Atual — publicado 11/04/2011 16h47, última modificação 11/04/2011 17h23
Campanha "Eu Apoio: Arma não é Brinquedo!", que acontece até a próxima sexta-feira 15, troca arma de brinquedo por presente. Por Fábio Michel

Por Fábio M. Michel*

São Paulo – A partir desta segunda-feira (11) e até sexta (15), o 37º Batalhão da Polícia Militar promove a Semana do Desarmamento Infantil em São Paulo, com o tema "Eu Apoio: Arma não é Brinquedo!". Durante o período, as crianças poderão trocar suas armas de brinquedo por presentes.

Segundo nota distribuída pela Secretaria de Segurança Pública do estado, a campanha visa a conscientizar crianças e adultos sobre os perigos das armas de fogo. Participam da campanha as bases comunitárias dos jardins  Ângela e Ranieri, as bases móveis de Piraporinha, do Cemitério São Luís e a Inspetoria Regional do M'Boi Mirim – todos bairros da periferia da zona sul da capital paulista –, além da unidades da Guarda Civil Metropolitana da região.

O projeto visa, ainda segundo a nota oficial, divulgar a campanha permanente de entrega voluntária de verdadeiras armas de fogo. Ao fazer a entrega, a pessoa recebe uma indenização que varia de R$ 100 a R$ 300, de acordo com o tipo de arma.

A campanha será encerrada na sexta-feira, com um evento na Casa de Cultura do Largo do Piraporinha (Inácio Dias Souza s/n), das 10h às 13h. Durante a cerimônia, artistas e crianças da região  transformarão as armas de brinquedo recolhidas em uma obra de arte.

O projeto é organizado pelo 1º tenente Christiano Monteiro Cardoso, e conta com apoio da Subprefeitura do M'Boi Mirim, do Instituto Sou da Paz e de artistas da região.

Objetivos

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o desarmamento infantil, além de ajudar na desvalorização das armas entre as crianças, também serve para incentivar integrantes das respectivas famílias a entregar armas de fogo e contribuir com a redução da violência.

Um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), citado pelo órgão, mostra que em São Paulo, a cada 18 armas de fogo retiradas de circulação, uma vida é poupada.

Informações sobre postos de recolhimento e procedimentos para a entrega de armas de fogo na cidade de São Paulo estão disponíveis no site do Instituto Sou da Paz.

*Publicado originalmente na Rede Brasil Atual.

registrado em: