Você está aqui: Página Inicial / Política / Obama, Putin, Merkel e Mujica parabenizam Dilma

Política

Eleições 2014

Obama, Putin, Merkel e Mujica parabenizam Dilma

por Redação — publicado 28/10/2014 10h38, última modificação 28/10/2014 11h48
O presidente dos EUA afirmou que o Brasil é um importante aliado e planeja aumentar acordos bilaterais
Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma e Obama brindam

Casa Branca informou que Obama vai telefonar para Dilma nos próximos dias para parabenizá-la

Botão Eleições 2014*Com informações da AFP

Diversos chefes de estado ligaram para a presidenta reeleita Dilma Rousseff nesta segunda-feira 27 para parabenizá-la por sua vitória nas urnas. O presidente Barack Obama parabenizou Dilma e pediu que sejam reforçados os vínculos com o Brasil, "um importante aliado dos Estados Unidos". O presidente russo Vladimir Putin também felicitou a presidente brasileira, elogiando seus esforços para a cooperação entre os dois países.

A Casa Branca informou que Obama vai telefonar para Dilma nos próximos dias para parabenizá-la pessoalmente. O presidente americano também deseja conversar com sua colega brasileira sobre a possibilidade de "reforçar a colaboração para a segurança mundial e o respeito aos direitos humanos, assim como aprofundar a cooperação bilateral em setores como educação, energia e, inclusive, comércio.

A chanceler alemã Angela Merkel enviou um telegrama à Dilma a cumprimentando pela reeleição. “A felicito pela reeleição como presidente do Brasil. Me alegro que possamos continuar nossa cooperação”, escreveu. Merkel afirmou que Alemanha e Brasil estão diante de grandes desafios e que “apenas juntos e como parceiros, poderemos superá-lo”'.

O presidente uruguaio, José Mujica, declarou nesta segunda-feira 27 que a reeleição de Dilma Rousseff é "uma boa notícia" para o Uruguai e considerou necessário que o Brasil avance na política de integração internacional da região. Ele lembrou a necessidade de se adotar "decisões que foram adiadas e são relativas à integração internacional da região".

O Brasil é o maior parceiro comercial do Uruguai e ambos fazem parte do Mercado Comum do Sul (Mercosul), junto com com Argentina, Paraguai e Venezuela.