Você está aqui: Página Inicial / Política / O Brasil está mudando…

Política

Desenvolvimento

O Brasil está mudando…

por Paulo Daniel — publicado 09/04/2011 13h22, última modificação 09/04/2011 13h23
Não enfrentamos uma inflação de demanda, mas sim com fortes características de custos. Portanto, aumentar juros não necessariamente reduzirá inflação. Por Paulo Daniel

Não enfrentamos uma inflação de demanda, mas sim com fortes características de custos. Portanto, aumentar juros não necessariamente reduzirá inflação

A Revista Brasileiros , neste mês de abril, iniciou um ciclo de palestras visando discutir o futuro do desenvolvimento econômico e social brasileiro, com a presença do Ministro da economia Guido Mantega, bem como empresários e acadêmicos (www.seminariosbrasileiros.com.br).

Os eixos principais deste primeiro seminário, estabeleceu-se de forma conjuntural e não estrutural, particularmente inflação brasileira e mundial, valorização do Real e crescimento econômico brasileiro.

No que diz respeito a inflação brasileira, está centrada em alimentos e outras commodities, conforme apresentou o Ministro Mantega; nos últimos 12 meses o preço dessas mercadorias elevaram-se em 40%.

Portanto, nossos produtores preferem exportar, “importando” inflação aos consumidores brasileiros. Neste sentido, não enfrentamos uma inflação de demanda, mas sim, com fortes características de custos, portanto, aumentar juros não necessariamente reduzirá inflação.

Quanto a valorização do real, é relativamente óbvia, há uma abundância de dólares no mercado internacional, atrelado a isso, o Brasil oferece uma taxa de juros real próxima de 6%, por isso, atraí dólares do mercado mundial ao nosso país, valorizando o Real. A nossa balança comercial esta de certa forma equilibrada devido a alta do preço dos alimentos.

Sobre o crescimento econômico, há várias divergências, desde o volume de crescimento até a sua qualidade, como por exemplo, alguns afirmaram que não podemos crescer mais do que 5% e, ao mesmo tempo, o consumo não poder ser sustentador deste crescimento, este cenário está mudando principalmente a partir de 2007.

Em 2010, o país fechou seu ciclo de investimento ao comparar-se com o PIB, na ordem de 21%, entretanto, pouco se debateu sobre o desenvolvimento brasileiro, ou seja, que economia quereremos no futuro? Continuaremos tendo como nossa base de exportação “baixa tecnologia” e “importando” alta tecnologia?

A excelente notícia para o nosso país é que visivelmente estamos em um novo ciclo econômico, basta lembrar as décadas de 80 e 90; discutíamos como combater a inflação. Atualmente estamos debatendo crescimento econômico e sua qualidade. O Brasil está mudando…

Publicado originalmente no blog Além de Economia

registrado em: