Você está aqui: Página Inicial / Política / Nova política de comentários de CartaCapital

Política

Nova política de comentários de CartaCapital

por Redação — publicado 16/05/2016 15h29
Migração para plataformas sociais visa aumentar qualidade dos debates e impedir a proliferação de argumentos apócrifos que disseminam discurso de ódio

No cenário que se desenha para o jornalismo digital, a seção de comentários tem cada vez mais se comportado como parte do próprio conteúdo, e se apresenta ao leitor às vezes como forma de complementar os argumentos tratados dentro do conteúdo jornalístico.

Garantir que nossos artigos sejam ambientes saudáveis e plurais para todos os que desejarem expressar suas opiniões requer um esforço de curadoria e de interatividade diário de nossa equipe de jornalistas. 

Trata-se de um exercício constante de garantir a pluralidade no debate de ideias e impedir que manifestações de ódio, racismo, homofobia, machismo e contra a democracia poluam um espaço que se esforça em pautar-se pela pluralidade, pela maturidade política e pelo respeito aos direitos humanos. 

Na ausência de soluções a curto prazo que nos permitam garantir a qualidade de todo o conteúdo que entregamos, e cientes dos debates que são travados todos os dias entre as mais diversas pessoas em nossas redes sociais, decidimos direcionar a partir de agora nossos leitores a debater, criticar e discutir tudo o que publicamos em nossos perfis no Facebook e no Twitter.

Parece natural seguir um fluxo já existente de debates que migram para as plataformas sociais, um ambiente vibrante e muitas vezes autogerido e moderado pelos próprios usuários. Aqui, nos juntamos a um grupo de veículos noticiosos nacionais e internacionais num esforço de aumentar a qualidade dos debates que nos norteiam e de impedir a proliferação de argumentos apócrifos que se valem do anonimato como escudo para seus discursos de intolerância.

Mesmo em outras plataformas, segue irretocável nosso compromisso com a pluralidade, a diversidade de opiniões e o respeito às divergências. Seguiremos sem tolerar mensagens que incitem o ódio, a intolerância ou a agressividade em relação a outros leitores ou àqueles retratados nos textos. Estaremos continuamente atentos aos direcionamentos tomados em cada um de nossos posts para garantir que se mantenham abertos e ativos nossos canais de comunicação com os leitores.

Aproveitamos a estratégia para fortalecer ainda mais nossa marca e presença nas redes sociais, num exercício contínuo de garantir que a marca CartaCapital seja, em qualquer formato ou plataforma, sinônimo de debate em seu mais alto nível.