Você está aqui: Página Inicial / Política / No Recife, tucano toma segundo lugar do petista Humberto Costa

Política

Eleições 2012

No Recife, tucano toma segundo lugar do petista Humberto Costa

por Redação Carta Capital — publicado 24/09/2012 12h00, última modificação 24/09/2012 12h00
Se as eleições fossem hoje, Daniel Coelho (PSDB) iria para o segundo turno com Geraldo Julio (PSB), que segue em primeiro

Uma nova rodada da pesquisa Ibope no Recife mostrou que ficou ainda mais complicada a situação do senador Humberto Costa (PT) na disputa pelo comando da capital pernambucana. Costa perdeu nove pontos percentuais e foi ultrapassado pelo tucano Daniel Coelho, que subiu os mesmos nove pontos. Se a eleição fosse hoje, o candidato do PSDB iria para o segundo turno com o líder das pesquisas, Geraldo Julio, do PSB.

A pesquisa Ibope mostrou que Geraldo Júlio continua crescendo. Em 3 de setembro, o candidato do governador Eduardo Campos tinha 33%, contra 25% de Humberto Costa e 15% de Daniel Coelho. Era a primeira vez que o pessebista aparecia em primeiro lugar. Agora, a vantagem de Geraldo Júlio está ainda maior. Geraldo foi a 39% das intenções de voto na pesquisa estimulada, enquanto Daniel Coelho tem 24% e Costa tem 16%.

O candidato do DEM, Mendonça Filho, que chegou a figurar em segundo lugar no início da campanha, segue em quarto lugar, mas agora com 4% das intenções de voto, metade do que tinha em 3 de setembro. Os outros candidatos não passam de 1% das intenções de voto.

Nas pesquisas para o segundo turno, Geraldo Júlio mantém o favoritismo. Ele venceria tanto Daniel Coelho quanto Humberto Costa. Contra o tucano, a vantagem seria de 49% a 35%. Contra o petista, de 57% a 27%. Num hipotético segundo turno entre Coelho e Costa, o tucano levaria a melhor, por 52% a 32%.

Um fator complicador para a candidatura de Costa é a sua taxa de rejeição, de 36%, a maior entre todos os candidatos no Recife. Mendonça Filho tem 28% de rejeição, enquanto Geraldo Júlio tem 15% e Daniel Coelho, 12%.

A pesquisa entrevistou 1.106 pessoas entre 20 e 22 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), sob o número 00139/ 2012.