Você está aqui: Página Inicial / Política / Mensalão: 17 réus já entregaram passaportes

Política

Supremo Tribunal Federal

Mensalão: 17 réus já entregaram passaportes

por Agência Brasil publicado 13/11/2012 15h37, última modificação 13/11/2012 15h37
José Genoino, Delúbio Soares e os publicitários Ramon Hollerbach e Cristiano Paz entregaram os documentos

Débora Zampier
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Pelo menos 17 réus da Ação Penal 470 já estão sem seus passaportes. Os 25 condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão têm até esta terça-feira 1) para entregar o documento em resposta à decisão liminar do relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, datada na quarta-feira 7.

De ontem para hoje, entregaram os documentos o ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares, os publicitários Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, o ex-deputado federal José Borba (PMDB-PR) e o então deputado federal Romeu Queiroz (PTB-MG).

Com a atualização, já atenderam a decisão de Barbosa todos os réus dos núcleos político, publicitário e financeiro. Os únicos passaportes restantes são de réus ligados ao grupo dos parlamentares, entre eles os deputados federais Pedro Henry (PP-MT), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e João Paulo Cunha (PT-SP).

Embora 17 réus tenham prestado informações em resposta à liminar de Barbosa, dois deles não entregaram os passaportes diretamente ao STF. Segundo a defesa de Marcos Valério, seu cliente está sem o passaporte desde 2005. Já os advogados do ex-deputado federal Bispo Rodrigues (PL-RJ) informaram que o passaporte de seu cliente foi retido pela Polícia Federal em 2006. Nos dois casos, não há informações se os passaportes ainda estão no prazo de validade.

 

*Matéria originalmente publicada na Agência Brasil