Você está aqui: Página Inicial / Política / Marcha da Liberdade reúne 2,5 mil pessoas na Avenida Paulista

Política

Protesto

Marcha da Liberdade reúne 2,5 mil pessoas na Avenida Paulista

por Agência Brasil publicado 18/06/2011 20h05, última modificação 19/06/2011 11h43
Participaram do ato simpatizantes da legalização da maconha, do Movimento Passe Livre e os defensores dos direitos de gays e transexuais

Por Daniel Mello

A Marcha da Liberdade reuniu neste sábado 18 cerca de 2,5 mil pessoas, na capital paulista, segundo a Polícia Militar. O protesto pela liberdade de expressão e contra repressão policial em manifestações populares interrompeu o trânsito em um dos sentidos da Avenida Paulista, na região central da capital. Participaram do ato simpatizantes de diversas causas, como os favoráveis à legalização da maconha, o Movimento Passe Livre e os defensores dos direitos de gays, lésbicas e transexuais.

Para um dos organizadores do movimento, André Takahashi, a marcha conseguiu alcançar seus principais objetivos. “A Marcha da Liberdade já cumpriu o seu papel que é o de começar essa discussão sobre a liberdade de expressão e o uso das armas não letais”.

O vice-presidente do Movimento Tortura Nunca Mais, Marcelo Zelic, afirmou serem necessárias mais restrições e regras mais claras em relação ao uso de armamento não letal contra atos da sociedade civil. “O emprego de armamento não letal fere a Constituição quando usado contra pessoas que estão no seu direito de se manifestar”, ressaltou.

Além de pautar a discussão sobre a liberdade de expressão, Takahashi destacou que a Marcha da Liberdade também foi importante para promover a interação entre os diversos movimentos sociais. Segundo ele, a partir de agora, existe uma “tendência” de que essa troca de experiências e cooperação continuem.

Simpatizante de quase todas as causas do ato, a cantora Joanah Dark, que animou a concentração da marcha no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), acredita que a manifestação conjunta fortalece as diferentes causas. “ A gente faz diversos contatos, consegue uma quantidade maior de pessoas e mais interação”.

registrado em: