Você está aqui: Página Inicial / Política / Líder do PR diz que partido pode voltar à base aliada do governo

Política

Depois de escândalo

Líder do PR diz que partido pode voltar à base aliada do governo

por Agência Brasil publicado 14/02/2012 18h27, última modificação 06/06/2015 18h21
Partido saiu da base depois de escândalo que derrubou Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, em julho do ano passado
portela

Deputado Lincoln Portela (PR) afirmou que seu partido ensaia reaproximação com governo. Foto: Valter Campanato/Abr

O líder do PR na Câmara dos Deputados, Lincoln Portela, esteve nesta terça-feira 14 no Palácio do Planalto para uma reunião com a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e disse que o partido está ensaiando uma volta à base aliada do governo.

O PR rompeu com o governo desde a saída do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, afastado em agosto do ano passado depois de suspeitas de corrupção. Nascimento foi substituído por Paulo Passos, também do PR, mas sem ligação com bancada do partido no Congresso Nacional, que se sentiu desprestigiada.

 Segundo Portela, o PR não vai impor condições ao governo para voltar à base aliada nem exigir cargos em troca, mas disse que o retorno depende do apoio da base do partido. “O governo nos quer de volta à base aliada. Não há nenhuma condição, o PR não está atrás de ministérios. A volta não está condicionada a um cargo ou um ministério”.

O deputado disse que o PR deve voltar ao Palácio do Planalto, dessa vez para uma conversa com a presidenta Dilma Rousseff, que, segundo ele, está chamando partidos para conversas políticas.

*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil 

 

 

registrado em: ,