Você está aqui: Página Inicial / Política / Justiça Suíça autoriza repatriação de US$ 6,8 milhões da conta do ex-juiz Nicolau dos Santos Neto

Política

Desvio de verba

Justiça Suíça autoriza repatriação de US$ 6,8 milhões da conta do ex-juiz Nicolau dos Santos Neto

por Redação Carta Capital — publicado 04/09/2012 17h08, última modificação 04/09/2012 17h08
O valor, cujo repasse foi autorizado pelo Tribunal Federal da Suíça, será depositado na conta do Tesouro Nacional nas próximas semanas

Por Aline Leal Valcarenghi*

Brasília – A Advocacia-Geral da União divulgou nesta terça-feira 4 que conseguiu recuperar 6,8 milhões de dólares que estavam bloqueados na conta do ex-juiz Nicolau dos Santos Neto e de sua mulher na Suíça.

O valor, cujo repasse foi autorizado pelo Tribunal Federal da Suíça, será depositado na conta do Tesouro Nacional nas próximas semanas. Além da decisão que obriga a repatriação do dinheiro, o ex-juiz foi condenado a indenizar os cofres públicos em mais de 2 milhões dólares por ter feito transferências bancárias na Suíça, ainda na década de 90, com o intuito de evitar que parte dos recursos desviados fossem confiscados.

O ex-juiz foi acusado de desviar verbas do superfaturamento das obras do Fórum Trabalhista da Barra Funda, em São Paulo. No dia 3 de maio de 2006, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) condenou Nicolau pelos crimes de peculato, estelionato e corrupção passiva. Somados, esses três crimes totalizam pena de 26 anos, seis meses e 20 dias, a serem cumpridos em regime fechado. Desde fevereiro de 2007, o ex-juiz cumpre prisão domiciliar.

*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil

registrado em: ,