Você está aqui: Página Inicial / Política / Juiz nega relaxamento de prisão para investigados sobre incêndio na Boate Kiss

Política

Santa Maria

Juiz nega relaxamento de prisão para investigados sobre incêndio na Boate Kiss

por Agência Brasil publicado 06/02/2013 15h51, última modificação 06/02/2013 15h51
Pedido foi feito pelos sócios da boate e pelos integrantes da banda Gurizada Fandangueira

Brasília – O juiz Ulisses Lozada, da 1ª Vara Criminal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, negou pedido de relaxamento de prisão para os empresários e sócios da Boate Kiss, Mauro Hoffmann e Elissandro Spohr, e para os integrantes da banda Gurizada Fandangueira Luciano Bonilha e Marcelo Jesus.

De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a decisão mantém a prisão temporária dos quatro, em meio às investigações acerca do incêndio registrado no último dia 27 e que deixou, até agora, 238 mortos.
Nesta quarta-feira 6, Agentes da Polícia Civil procuram por provas que ajudem nas investigações. Não foi informado quantos mandados de busca e apreensão foram emitidos, nem quantos serão cumpridos ao longo do dia. A previsão é que, no final da tarde, seja apresentado um balanço das operações.
Além do cumprimento dos mandados, os agentes tomam depoimento de feridos e de outros envolvidos na tragédia. As investigações devem ser concluídas no final do mês.
*Matéria originalmente publicada na Agência Brasil

registrado em: , ,