Você está aqui: Página Inicial / Política / Iriny Lopes deixa Secretaria de Políticas para as Mulheres

Política

Mudança

Iriny Lopes deixa Secretaria de Políticas para as Mulheres

por Agência Brasil publicado 06/02/2012 18h14, última modificação 06/02/2012 18h14
Eleonora Menicucci de Oliveira, que ficou detida no mesmo presídio que a presidenta Dilma Rousseff na ditadura militar, assume a pasta

Brasília - A ministra-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, deixou nesta segunda-feira 6 o governo e será substituída pela professora Eleonora Menicucci de Oliveira. A troca no comando da pasta foi anunciada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República.
Eleonora Menicucci foi militante de esquerda durante o regime militar e esteve presa na "Torre das Donzelas" do presídio Tiradentes, onde conviveu com a presidenta Dilma Rousseff.
Em nota, a presidenta agradeceu a Iriny Lopes pela participação no governo e desejou boa sorte em seus novos projetos. Iriny deixa o governo para concorrer à prefeitura de Vitória (ES) nas eleições municipais de outubro.

“A presidenta da República, Dilma Rousseff, agradece a dedicação de Iriny Lope ao longo desse período e lhe deseja boa sorte em seus futuros projetos. A presidenta deseja ainda sucesso a Eleonora [Menicucci] em suas funções à frente da secretaria responsável por políticas que têm contribuído para melhorar a vida das brasileiras”, diz a nota.
Pró-reitora de extensão da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a nova ministra é doutora em ciência política pela Universidade de São Paulo e pós-doutora pela Universidade de Milão. Na Unifesp, lidera o Núcleo de Estudos e Pesquisa em Saúde da Mulher e Relações de Gênero.
*Publicado originalmente em Agência Brasil.

registrado em: ,