Você está aqui: Página Inicial / Política / Ipea faz a radiografia do Brasil

Política

Avaliação

Ipea faz a radiografia do Brasil

por Blog do Emir Sader — publicado 04/01/2011 11h06, última modificação 04/01/2011 11h08
O IPEA, sob a direção de Marcio Pochmann, mudou a agenda de debates no Brasil, permitindo que fôssemos nos reapropriando das condições reais em que vive o país

O IPEA, sob a direção de Marcio Pochmann, mudou a agenda de debates no Brasil, permitindo que fôssemos nos reapropriando das condições reais em que vive o país
Saímos da ditadura sem consciência plena do tamanho da crise, do esgotamento do modelo dominante que trazia no seu bojo o fim da ditadura e a retomada da democracia. Pagamos um preço caro por acreditar que a democracia politica resolveria os problemas acumulados pelo Brasil, quando se tratava do esgotamento do longo ciclo expansivo iniciado 5 décadas antes e que tinha transformado radicalmente o país.
Desde então o Brasil viveu novos ciclos de transformações – regressivas e progressivas -, de forma concentrada, como nunca tínhamos vivido na nossa história. Em uma década se desmontou o papel regulador do Estado, se privatizou grande parte do patrimônio público, se fragmentaram as relações sociais, se promoveu o mercado como eixo da economia e da sociabilidade.
Terminamos agora uma década de recuperação desses retrocessos, em que o Estado recuperou sua capacidade de regulação, de indução do crescimento econômico e de garantia dos direitos sociais. O mercado interno de consumo popular passou a ter um papel essencial no desenvolvimento do país. O principal problema acumulado pelo Brasil – a desigualdade social – foi atacado e, pela primeira vez, a injustiça diminuiu e se passou a governar para todos.
Mas todas essas transformações aceleradas foram implementadas sem a consciência correspondente de onde andava o país, como está sua estrutura social, que país temos ao final de tantas transformações.
O IPEA, sob a direção de Marcio Pochmann, mudou a agenda de debates no Brasil, permitindo que fossemos nos reapropriando das condições reais em que vive o país. Uma pauta que tinha sido hegemonizada pelos parâmetros do Consenso de Washington, do pensamento único, do Estado mínimo, da centralidade do mercado – correspondentes às politicas do governo FHC – que tiveram uma extensa influencia na intelectualidade, multiplicada pelo monopólio privado dos meios de comunicação.
Em pouco tempo o IPEA renovou radicalmente os parâmetros de pensamento sobre o Brasil, os critérios de avaliação das politicas publicas, as projeções economias e sociais, recolocou os termos do debate sobre o país. Nunca tínhamos contado com um acervo tão amplo, competente e atualizado de materiais sobre o Brasil.
Acaba de sair um novo pacote de materiais, que constitui no mais amplo conjunto de analises com que podemos contar para conhecer ao Brasil realmente existente. Para que se possa socializar a informação sobre esses materiais fundamentais, segue uma lista dos títulos que o IPEA acaba de colocar à disposição de todos os querem conhecer o Brasil no final da primeira década do século XXI (que podem ser encontrados em www.ipea.gov.br):
- Desafios ao Desenvolvimento Brasileiro: contribuições do conselho de orientação do IPEA
- Trajetórias Recentes de Desenvolvimento: estudos de experiências internacionais selecionadas
- Inserção Internacional Brasileira Soberana
- Macroeconomia para o Desenvolvimento
- Estrutura produtiva e Tecnológica Avançada e Regionalmente Integrada
-Infraestrutura Econômica e Social
- Sustentabilidade Ambiental
- Proteção Social, Garantia de Direitos e Geração de Oportunidades
- Fortalecimento do Estado, das Instituições e da Democracia
- Perspectivas do Desenvolvimento Brasileiro
 * Publicado originalmente no Blog do Emir

registrado em: