Você está aqui: Página Inicial / Política / Ibope: Russomanno 34%, Haddad 18%, Serra 17%

Política

Eleições 2012

Ibope: Russomanno 34%, Haddad 18%, Serra 17%

por Redação Carta Capital — publicado 25/09/2012 19h32, última modificação 25/09/2012 19h38
Pela primeira vez, o petista ultrapassa numericamente o adversário tucano, que vê a sua rejeição chegar a 40%

Pela primeira vez desde o começo da campanha, o candidato petista Fernando Haddad (PT) está numericamente à frente de José Serra (PSDB) numa pesquisa de intenção de voto para a prefeitura de São Paulo. Levantamento feito pelo Ibope encomendado pela tevê Globo e divulgado nesta terça-feira 25 mostra que o petista oscilou positivamente dois pontos percentuais desde a última pesquisa, de 13 de setembro. Ele agora tem 18% das intenções de voto. O tucano oscilou negativamente dois pontos e agora soma 17%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais, os dois estão tecnicamente empatados na segunda colocação.

Celso Russomanno (PRB) continua na liderança com 34% dos votos. Ele oscilou negativamente um ponto desde a última pesquisa. Gabriel Chalita (PMDB) tem 7% e Soninha (PPS), 4%. Paulinho da Força (PDT) e Carlos Giannazi (PSOL) têm 1% cada. Os outros candidatos não pontuaram na pesquisa. Brancos, nulos e indecisos somam 18%.

Celso Russomanno (PRB) – 34% das intenções de voto
Fernando Haddad (PT) – 18%
José Serra (PSDB) – 17%
Gabriel Chalita (PMDB) – 7%
Soninha (PPS) – 4%
Paulinho da Força (PDT) – 1%
Carlos Giannazi (PSOL) – 1%
Ana Luiza (PSTU) – não pontuou
Anaí Caproni (PCO) – não pontuou
Levy Fidelix (PRTB) – não pontuou
Eymael (PSDC) – não pontuou
Miguel (PPL) – não foi citado
Em branco ou nulo – 10%
Não sabe – 8%

Foram feitas 1.204 entrevistas entre os dias 22 e 24 de setembro. A pesquisa está registrada na justiça eleitoral com o número SP-01138/2012.

Segundo turno e rejeição

O Ibope fez simulações de segundo turno entre os três candidatos mais bem colocados. Confira:

Russomanno 48% x 24% Haddad
Russomanno 51% x 23% Serra
Haddad 39% x 29% Serra

A rejeição ao candidato tucano oscilou dois pontos positivamente e agora chegou a 40%. Haddad tem 16% e Russomanno, 14%.