Você está aqui: Página Inicial / Política / Humoristas em passeata pedem liberdade para as piadas sobre políticos

Política

Protesto

Humoristas em passeata pedem liberdade para as piadas sobre políticos

por Agência Brasil publicado 23/08/2010 09h13, última modificação 23/08/2010 10h15
Os organizadores pretendem encaminhar ao Ministério da Cultura e ao Tribunal Superior Eleitoral um manifesto pedindo o fim da censura às piadas

Por Paulo Virgílio*

Cerca de 300 pessoas participaram na tarde deste domingo (22), na orla de Copacabana, na zona sul do Rio, da passeata Humor Sem Censura, em protesto contra a Lei 9.504, aprovada em 1997, que proíbe satirizar ou ridicularizar candidatos e partidos políticos durante o período de campanha eleitoral. Organizada pelo humorista Fábio Porchat, do grupo Comédia em Pé, a manifestação contou com a presença de comediantes famosos, vários deles integrantes de programas populares de televisão como Pânico na TV, Casseta e Planeta Urgente e CQC, que têm como ingredientes clássicos justamente a sátira política.

A passeata dá sequência a um movimento iniciado nas redes sociais da internet contra a Lei 9.504. Os organizadores pretendem encaminhar ao Ministério da Cultura e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um manifesto pedindo o fim da censura às piadas. Segundo Fábio Porchat, “a internet está servindo como uma válvula de escape para a censura imposta ao humor na campanha eleitoral”.

*Matéria originalmente publicada na Agência Brasil

registrado em: