Você está aqui: Página Inicial / Política / Governo prorroga pagamento de restos a pagar

Política

Orçamento

Governo prorroga pagamento de restos a pagar

por Agência Brasil publicado 29/06/2011 18h32, última modificação 30/06/2011 09h38
A decisão foi tomada na quarta-feira 29 em reunião da presidenta Dilma com a ministra Ideli Salvatti. Serão mais três meses para pagar recursos de emendas parlamentares referentes ao Orçamento de 2009

Luciana Lima
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O governo decidiu prorrogar por mais três meses o prazo para pagamento dos chamados "restos a pagar", que são recursos federais oriundos de emendas parlamentares ainda não pagas a estados e municípios referentes ao Orçamento de 2009. A decisão foi tomada na quarta-feira 29 em reunião da presidenta Dilma Rousseff com a ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

Ao retornar esta noite da viagem ao Paraguai, a presidenta foi direto para o Palácio do Planalto, onde se reuniu com a ministra Ideli Salvatti. Um decreto do governo cancela a liberação desses recursos a partir da quinta-feira 30 e o Planalto vinha sofrendo pressões de aliados no Congresso para prorrogar o prazo.

Hoje, a Câmara encerrou a sessão sem votar nenhum projeto. Na pauta estava a medida provisória que corrige a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física. Após a reunião, o líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves, recebeu a notícia da ministra Ideli Salvatti e considerou que a decisão do governo atende às expectativas dos deputados.

"É um prazo razoável e agrada aos parlamentares. Eu gostaria de agradecer a sensibilidade da presidenta Dilma Rousseff", disse o líder à Agência Brasil.

A decisão do governo atende parcialmente a proposta apresentada pelos deputados federais e senadores, que pediam mais seis meses de validade para o decreto.

*Matéria publicada originalmente em Agência Brasil

registrado em: