Você está aqui: Página Inicial / Política / Governo diz que manterá regras do salário mínimo

Política

Mudança

Governo diz que manterá regras do salário mínimo

por Redação — publicado 03/01/2015 15h17
Nota do Planejamento contradiz ministro, que havia dito um dia antes que enviaria novas regras para o reajuste
Agência Brasil
Nelson Barbosa

Ministro havia dito que regras seriam mudadas

O ministério do Planejamento divulgou nota neste sábado 3 dizendo que não irá mudar a política de valorização do salário mínimo. O texto diz que o governo federal enviará um novo projeto de lei para que, a partir de 2016, as atuais regras sejam mantidas.

A nota do ministério vai contra a fala do ministro Nelson Barbosa, que nesta sexta-feira 2, ao assumir o cargo, disse que o governo iria rever as regras de valorização.

Pela regra atual, a cada ano, o aumento do salário mínimo corresponde à variação do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Para este ano, o salário mínimo foi reajustado para R$ 788.

Segundo a Folha de S. Paulo, a mudança foi feita diante da repercussão negativa da fala de Nelson Barbosa, que irritou a presidenta Dilma Rousseff. Em seu discurso de posse, um dia antes do anúncio de Barbosa, a presidenta havia dito que os trabalhadores não teriam "nenhum direito a menos".

Leia abaixo a nota do Ministério:

"O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, esclarece que a proposta de valorização do Salário Mínimo a partir de 2016 seguirá a regra de reajuste atualmente vigente. Essa proposta requer um novo projeto de lei, que deverá ser enviado ao Congresso Nacional ao longo deste ano.

Assessoria de Comunicação Social

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão"