Você está aqui: Página Inicial / Política / Google paga multa aos EUA

Política

Mídia

Google paga multa aos EUA

por Redação Carta Capital — publicado 25/08/2011 12h20, última modificação 25/08/2011 17h25
Por lei, empresas farmacêuticas do Canadá não podem vender nos EUA, mas o Google permitiu propaganda irregular

O Google concordou em pagar aos cofres do governo americano uma multa no valor de 500 milhões de dólares por propaganda irregular de farmácias canadenses nos Estados Unidos. De acordo com o Financial Times, a empresa havia sido informada da irregularidade desde 2003, mas continuou a aceitar os anúncios em seu sistema de publicidade. Só ontem o Departamento de Justiça americano divulgou um acordo entre as partes.

Por lei, as empresas farmacêuticas do país não podem vender nos EUA, mas o Google permitiu que as farmácias utilizassem o sistema AdWords de busca por palavras-chave para promover os remédios canadenses no vizinho americano.

Com isso, 500 milhões de dólares em vendas de remédios importados irregularmente foram recebidos pelo Google e pelas farmácias. Esse acabou sendo o valor estipulado para o pagamento da multa. Com isso, as acusações devem ser retiradas.
De acordo com a reportagem da BBC, esse acordo garante que o Google vai reformar suas práticas de publicidade inadequada em relação a essas farmácias, pagando uma das maiores penas de confisco financeiro da história.

O Google estava ciente de que a lei dos EUA bane importação de medicamentos em farmácias fora do país e reconheceu que tinha ajudado indevidamente o mercado farmacêutico canadense a vender seus produtos on-line em território americano.

registrado em: