Você está aqui: Página Inicial / Política / Esquecido pelas manchetes, caso da Receita segue na polícia

Política

Investigação

Esquecido pelas manchetes, caso da Receita segue na polícia

por Redação Carta Capital — publicado 23/09/2010 10h56, última modificação 23/09/2010 12h12
Polícia Federal indicia seis acusados de participar da violação de sigilo fiscal de tucanos

Polícia Federal indicia seis acusados de participar da violação de sigilo fiscal de tucanos

Quase esquecido pelas manchetes de jornal, o escândalo da Receita Federal segue na polícia. De todo o estardalhaço inicial, restou o indiciamento, pela Polícia Federal, de seis pessoas supostamente envolvidas na quebra do sigilo fiscal de mais de 2.500 contribuintes, incluindo alguns ligados ao candidato tucano à presidência, José Serra.

A primeira indiciada foi a servidora Adeildda Ferreira dos Santos, que confessou vender informações sobre declarações fiscais por até 200 reais. Também foram indiciados Antonio Carlos Atella Ferreira, contador que usou uma procuração falsa para acessar os dados da filha do candidato, Verônica Serra, e Ademir Estevam Cabral, office-boy que teria participado do esquema. Outros três despachantes foram indiciados.



registrado em: