Política

Bolinha de Papel

Em menos de 24 horas, objeto sólido que atingiu Serra encolheu de 2kg para 0,5 kg

por Viomundo — publicado 21/10/2010 20h25, última modificação 22/10/2010 12h42
Partido do candidato tucano afirma que havia um segundo objeto. Por Luiz Carlos Azenha

Por Luiz Carlos Azenha*

Índio da Costa, o candidato a vice, tinha dito ontem (segundo a Folha) que o objeto tinha 2 kg.

Hoje, em Curitiba, José Serra encolheu o objeto: 0,5 kg.

E a Globo — sempre a Globo — transformou um borrão da Folha em um objeto definido: um rolo de fita.

Veja o vídeo da Folha:

A Globo fez um efeito visual na imagem para dar forma ao objeto. E colocou um rolo de fita na mão do perito Ricardo Molina para levar o telespectador a acreditar que o borrão registrado na imagem feita com celular por um repórter da Folha era um rolo de fita!

Reprodução do momento em que o Jornal Nacional transformou um objeto indefinido em um objeto com forma.

Agora acompanhem o momento em que o objeto indefinido acima se transforma em um rolo de fita:

A dedução lógica é que o rolo de fita, de 0,5 kg, atingiu o candidato e não deixou hematoma.

Não estou desacreditando nesta versão, não, embora as testemunhas citadas pelos jornais de hoje — Folha, Estadão e O Globo — tenham sido incapazes de precisar o objeto ou o peso dele. Nem repórteres, nem fotógrafos viram. Nem o Gabeira, que estava por perto, viu exatamente o que aconteceu.

E o segundo objeto que teria acertado Serra — primeiro com 2kg, agora com 0,5kg — parece ter batido no topo da cabeça, não na lateral esquerda onde o médico que atendeu o candidato localizou o impacto (consistente com o que parecia uma bolinha de papel).

Agora ouça a entrevista de José Serra em Curitiba, em que ele estima que o peso do objeto era de meio quilo. E era de plástico, embora aparentemente ele não tenha tocado no objeto a não ser com a cabeça.

* Matéria originalmente publicada no site Viomundo