Você está aqui: Página Inicial / Política / Em balanço da gestão, Lula agradece a Alencar e brinca com WikiLeaks

Política

Brasília

Em balanço da gestão, Lula agradece a Alencar e brinca com WikiLeaks

por Redação Carta Capital — publicado 15/12/2010 15h50, última modificação 15/12/2010 15h50
“O WikiLeaks não vai precisar entrar clandestinamente. Vai ter tudo que precisar. Não vai ter vazamento porque vamos vazar antes”, afirmou o presidente

A poucos dias de transferir a faixa presidencial para Dilma Rousseff, o presidente Lula fez nesta quarta-feira 15 um balanço dos oito anos de governo. Antes de deixar o cargo, o presidente fala sobre a composição do novo ministério, afastando a ideia de que teve influência nas escolhas da sucessora: “A Dilma se reuniu com esses companheiros, no mínimo, cem vezes mais do que eu. Eles estiveram muito mais na sala da Dilma do que eu. Ela escolheu quem ela conhece, quem ela quis escolher. Somente ela pode escolher quem vai governar com ela”, afirmou o presidente.

Visite o blog CartaCapital-WikiLeaks

Lula fez, ainda, um agradecimento especial ao vice-presidente, José Alencar, que está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. “Duvido que qualquer governante do mundo tenha um vice como eu tive. Pode ter igual. Melhor, eu duvido. É leal e companheiro como jamais vi na vida”, disse.

Na cerimônia foi lançada uma publicação com todos os dados dos oito anos de governo. Lula disse que todos os números serão abertos ao público. E aproveitou parta fazer uma referência bem-humorada ao site WikiLeaks, especializado em divulgar informações confidenciais de governos e corporações. “O WikiLeaks não vai precisar entrar clandestinamente. Vai ter tudo que precisar. Não vai ter vazamento porque vamos vazar antes”.

(Com informações da Agência Brasil)