Você está aqui: Página Inicial / Política / Elmano e Roberto Claudio estão em empate técnico em Fortaleza

Política

Eleições 2012

Elmano e Roberto Claudio estão em empate técnico em Fortaleza

por Redação Carta Capital — publicado 18/10/2012 11h33, última modificação 06/06/2015 18h26
Pesquisa Datafolha mostra Elmano Freitas (PT) com 42% dos votos, contra 37% de Roberto Claudio (PSB). Há ainda 9% de indecisos
foto 3 (1)_5

Elmano em evento no qual o presidente do PT, Rui Falcão (à dir.) confirmou ida a de Lula a Fortaleza no dia 23. O ex-presidente é o principal cabo eleitoral de Elmano. Foto: Divulgação / PT

A primeira pesquisa de intenção de voto para o segundo turno em Fortaleza mostra o candidato do PT, Elmano Freitas, numericamente à frente de Roberto Claudio, mas tecnicamente empatado com o candidato do PSB. De acordo com a pesquisa Datafolha publicada nesta quinta-feira 18 pelo jornal O Povo, Elmano tem 42% das intenções de voto contra 37% de Roberto Claudio. Em termos de votos válidos, Elmano aparece à frente com 53% a 47%.

Na pesquisa estimulada do Datafolha, a margem de erro é de três pontos percentuais para cima ou para baixo, então o Elmano e Roberto Claudio podem estar empatados com 39% ou 40% das intenções de voto. A eleição da capital cearense, entretanto, está longe da definição. Há ainda 11% de eleitores que declaram voto nulo e 9% que estão indecisos, números que podem mudar o cenário até o próximo dia 27, data do segundo turno.

As taxas de rejeição dos candidatos também estão altas. Hoje, 38% dos eleitores dizem que não votariam em Elmano de jeito nenhum, enquanto 41% afirmam o mesmo sobre Roberto Claudio. A porcentagem dos que poderiam votar em Roberto Claudio, no entanto, é maior, de 15%, enquanto o mesmo grupo com relação a Elmano é de 11%.

No primeiro turno, o candidato do PT, apoiado pela prefeita Luizianne Lins, ficou em primeiro lugar, com 25,44% dos votos válidos. Roberto Claudio, apoiado pelo governador Cid Gomes (PSB), teve apenas 26,5 mil votos a menos, com o equivalente a 23,32% dos votos válidos.

Roberto Claudio atrai mais eleitores de Heitor e Moroni

No segundo turno em Fortaleza, PDT, PPS, PCdoB e PPL declararam apoio a Roberto Claudio, assim como Moroni Torgan (DEM), quarto colocado com 13,75% dos votos. Heitor Férrer (PDT), terceiro colocado no primeiro turno (20,97%), declarou neutralidade.

A pesquisa do Datafolha mostrou que, apesar de estar atrás, Roberto Claudio atrai mais eleitores de Heitor Férrer e Moroni Torgan. O candidato do PSB consegue, por enquanto, 37% dos eleitores de cada um dos grupos, enquanto o petista leva 29% dos eleitores de Heitor e 26% dos eleitores de Moroni.

Roberto Claudio lidera entre os mais ricos

Nas faixas de renda pesquisadas, Roberto Claudio tem enorme vantagem entre os que ganham mais de dez salários mínimos (67% a 33%) e vence também entre os que ganham entre cinco e dez salários mínimos (51% a 49%). Entre os que ganham até dois salários mínimos, a vantagem vai para o PT: 55% a 45%. Na faixa de dois a cinco salários mínimos, o petista tem 53% contra 47% de Roberto Claudio.

O levantamento do Datafolha mostra que Elmano Freitas está à frente de Roberto Cláudio em todos os níveis de escolaridade pesquisados. No nível fundamental, a vantagem é a maior: 56% para o petista contra 44% para o pessebista. No nível médio, o resultado é mais apertado, de 51% a 49%. Entre os eleitores com nível superior, Elmano tem 53% dos votos, contra 47% de Roberto Cláudio.

O Datafolha ouviu 1.281 eleitores de Fortaleza. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com o número CE-00180/2012.

registrado em: , ,