Você está aqui: Página Inicial / Política / Diretor dos Correios pede demissão

Política

Repercussão

Diretor dos Correios pede demissão

por Redação Carta Capital — publicado 20/09/2010 13h13, última modificação 20/09/2010 15h16
Após denúncia de tráfico de influências, cai diretor de Operações da estatal

Após denúncia de tráfico de influências, cai diretor de Operações da estatal

Pediu demissão nesta segunda-feira 20 o diretor de Operações dos Correios, coronel Artur Rodrigues, apenas dois meses depois de sua posse
Ele foi acusado de manter relações sigilosas com a empresa Master Top Linhas Aéreas, a MTA. A denúncia veio a público em matéria publicado no jornal O Estado de S. Paulo, neste domingo 19.

Em seu cargo era reponsável por administrar as contratações de empresas privadas que prestam serviço para a estatal.

Rodrigues também seria testa de ferro do empresário argentino Alfonso Conrado Rey, dono da MTA.

O argentino teria usado os serviços da empresa de consultoria de Israel Guerra, filho de Erenice Guerra, ex-ministra da Casa Civil. Israel teria feito gestões junto a Agência Nacional de Aviação (Anac) para recuperar a licença de voo da MTA que havia sido suspensa.

Segundo o Estadão, o grupo de empresários para o qual trabalharia o coronel, tinha como objetivo “fazer da MTA o embrião da empresa de logística e carga aérea que o governo Lula promete criar”.

A carta de demissão foi apresentada ao presidente dos Correios, David José de Mattos, que a encaminhará ao Ministério das Comunicações.

registrado em: