Você está aqui: Página Inicial / Política / Denúncias derrubam mais seis funcionários

Política

Crise nos Transportes

Denúncias derrubam mais seis funcionários

por Agência Brasil publicado 19/07/2011 10h00, última modificação 19/07/2011 18h52
Três dos demitidos eram ligados ao ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, que caiu após suspeitas, e ao deputado Valdemar Costa Neto (PT)

Brasília – O Diário Oficial da União publicou nesta terça-feira 19 a exoneração de mais três assessores do Ministério dos Transportes: José Osmar Monte Rocha, Estevam Pedrosa e Darcy Michiles. Os três eram ligados ao ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento e ao deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP), réu na ação penal que tramita no Supremo Tribunal Federal para apurar denúncias de irregularidades em um esquema de pagamento de propina que ficou conhecido como mensalão.

José Osmar Monte Rocha está envolvido no caso de um atestado que ajudou na contratação de uma empresa de fachada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), segundo reportagem publicada hoje 19 pelo jornal O Estado de S. Paulo. Ele era assessor para assuntos administrativos do ministério.

Darcy Michiles é filiado ao PR e era secretário de Fomento para Ações de Transportes do Ministério dos Transportes e Estevam Pedrosa era um dos principais assessores do ex-ministro Alfredo Nascimento.

O contador Augusto César Carvalho Barbosa de Souza, que seria sabatinado no próximo dia 7 pela Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado, teve sua indicação cancelada, em função das denúncias.

Também tiveram a exoneração publicada hoje no Diário Oficial os servidores Maria das Graças de Almeida, do Ministério dos Transportes, e dois coordenadores do Dnit, Luiz Cláudio dos Santos Varejão, do cargo de coordenador-geral de Operações Rodoviárias, e Mauro Sérgio Fatureto, coordenador de Administração Geral.

*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil

registrado em: