Você está aqui: Página Inicial / Política / Delúbio Soares pede para trabalhar na CUT

Política

"Mensalão"

Delúbio Soares pede para trabalhar na CUT

por Agência Brasil publicado 29/11/2013 18h31
Ex-tesoureiro do PT depende de autorização da Vara de Execuções Penais. Remuneração seria de 4,5 mil reais por mês

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares receberá salário de 4,5 mil reais para trabalhar na CUT (Central Única dos Trabalhadores). De acordo com a carta de emprego assinada pelo presidente da entidade, Vagner Freitas, Delúbio foi contratado por ter experiência na área sindical. Para começar a trabalhar, o ex-tesoureiro depende de autorização da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal.

Se a Justiça conceder a autorização de trabalho externo, Delúbio vai trabalhar na sede da CUT em Brasília, de 9h às 18h. O ex-tesoureiro autuará no serviço de assessoramento da direção nacional da entidade, fazendo elaboração de estudos e projetos relacionados com a área sindical, como educação profissional e emprego.

O ex-tesoureiro foi condenado a seis anos e oito meses de prisão em regime semiaberto no processo do "mensalão". Ele está preso na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal. Por ter sido condenado a cumprir pena abaixo de oito anos, Delúbio tem direito a trabalhar.

De acordo com a Lei de Execução Penal, condenados em regime semiaberto podem trabalhar dentro do presídio, em oficinas de marcenaria e serigrafia, por exemplo, ou externamente, em uma empresa que contrate detentos.

registrado em: , ,