Política

Pesquisa Eleitoral

Datafolha: diminiu vantagem de Dilma sobre soma dos demais candidatos

por Redação Carta Capital — publicado 23/09/2010 10h50, última modificação 23/09/2010 11h03
Instituto atriiui alterações da situação ao escândalo na Casa Civil. Marina é a mais favorecida

Instituto atriiui alterações da situação ao escândalo na Casa Civil. Marina é a mais favorecida

O instituto Datafolha divulgou nova pesquisa nesta quarta-feira 22. Ela mostra que a candidata à presidência Dilma Rousseff (PT) teve queda de dois pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, passando dos 51% para 49% no levantamento atual. O candidato do PSDB José Serra subiu apenas um ponto saindo dos 27% para 28%. Em terceiro lugar Marina Silva, do PV, tem 13% das intenções de voto ante 11% do estudo anterior. Todas as oscilações foram dentro da margem de erro, mas vantagem de Dilma ante aos adversários caiu de 12 para 7 pontos.

Segundo o Datafolha, o que motivou a queda da petista nas pesquisas foi o escândalo envolvendo Erenice Guerra. Para o lado do tucano, o escândalo pouco influenciou, já que subiu apenas um ponto percentual de uma pesquisa para outra. Marina Silva foi quem mais ganhou com a divulgação do caso e pela primeira vez aparece com 13% das intenções de voto, seu mais alto índice detectado até aqui pelo instituto.

Os eleitores que disseram votar em branco ou que anulariam o voto são 3%. Os que se disseram indecisos somam 5%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Segmentos – Os dados do Datafolha revelam que a candidata do PT registrou queda de 10 pontos entre os entrevistados que têm renda mensal entre 5 e 10 salários mínimos passando dos 47% para 37%. Serra (com 34%) e Dilma estão empatados tecnicamente entre esses eleitores. Entre os que ganham mais de 10 salários mínimos Serra tem 38%, Dilma 34% e Marina 20%. Entre os pesquisados com escolaridade em nível superior a petista caiu três pontos e entre os brasileiros com idade entre 35 e 44 anos oscilou menos quatro pontos.

Marina Silva tem 22% das intenções de voto no Rio de Janeiro e está empatada com Serra que tem 23%. Dilma tem 45%. No Distrito Federal a verde ultrapassa o tucano e tem 36% das intenções de voto contra 23% de Serra. Dilma soma 36%.

Votos válidos – Levando em consideração apenas os votos válidos, em que se exclui os brancos e nulos, Dilma ainda ganharia no primeiro turno com 54% das intenções de voto, apesar de oscilar negativamente três pontos percentuais ante a pesquisa anterior. Serra que tinha 30% agora tem 31% e Marina 14%. Em 15 de setembro, o Datafolha, contabilizava 57% dos votos válidos para Dilma e 43% para os demais candidatos, 14 pontos de diferença. Na pesquisa divulgada agora, Dilma tem 54% e a soma dos demais candidatos é de 46%, a diferença caiu para oito pontos.

Ao todo, 52% dos pesquisados disseram ter tomado conhecimento do escândalo na Casa Civil, mas apenas 13% julgam-se bem informados sobre o episódio.

O levantamento feito pelo Datafolha encomendado pelo jornal Folha de S. Paulo e pela TV Globo, foi realizado entre os dias 21 e 22 de setembro com 12.294 eleitores de 444 municípios brasileiros.

registrado em: