Você está aqui: Página Inicial / Política / O Brasil criou 272,2 mil empregos com carteira assinada em abril deste ano

Política

Trabalho

O Brasil criou 272,2 mil empregos com carteira assinada em abril deste ano

por Redação Carta Capital — publicado 17/05/2011 12h52, última modificação 17/05/2011 15h08
O desempenho ficou acima da média dos últimos quatro anos, algo em torno de 250 mil empregos. Nos últimos 12 meses, o mercado gerou 2,2 milhões de vagas, aumento de 6,65%

Puxada pelos setores de comércio e serviços, a economia brasileira gerou em abril 272.225 novas vagas de emprego com carteira assinada. Os dados, do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram divulgados nesta terça-feira 17 pelo Ministério do Trabalho.

O desempenho ficou acima da média dos últimos quatro anos – em torno de 250 mil empregos em regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Em abril, foram registradas 1.774.378 admissões e 1.502.153 desligamentos. No setor de serviços o saldo foi de 114.434 novas vagas e, de comércio, de 41.587. De acordo com o ministério, entre os 25 subsetores analisados, seis tiveram saldo recorde para o mês e quatro, o segundo melhor saldo. Apenas a indústria mecância registrou queda, com o fechamento de 407 postos.

Vinte e três dos 27 Estados brasileiros tiveram aumento no nível do emprego. Os maiores índices foram registrados por Rio de Janeiro (25.756) e Amazonas (4.346), que tiveram saltos recorde para o mês. Outros seis Estados apresentaram o segundo melhor resultado para o período.

Segundo o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, a demanda por mão-de-obra acontece por conta das obras iniciadas no período, sobretudo para a Copa do Mundo de 2014. “Temos também o PAC 2 e o 'Minha Casa, Minha Vida' em execução. Há muitas intervenções municipais e estaduais saindo do papel”, destacou.

Com os novos dados, o governo contabiliza agora, entre janeiro e abril, a criação de 880.711 postos de trabalho formal. O resultado, equivalente a um crescimento de 2,45% em relação ao estoque de empregos de dezembro de 2010. Em 2010, foram gerados 962.327 postos de trabalho.

Nos últimos 12 meses, o montante de empregos gerados foi de 2.294.809 vagas – aumento de 6,65%.

registrado em: