Você está aqui: Página Inicial / Política / Com liminar, governador de Roraima mantém-se no cargo

Política

Eleições 2010

Com liminar, governador de Roraima mantém-se no cargo

por Redação Carta Capital — publicado 14/02/2011 16h28, última modificação 14/02/2011 17h26
Tucano José Anchieta Júnior foi cassado pelo TRE por uso indevido de rádio pertencente ao estado durante a eleição de 2010. Defesa alega que decisão contrariou princípios constitucionais

Cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Roraima na última sexta-feira 11, o governador José de Anchieta Júnior (PSDB) mantém-se no cargo graças a uma liminar concedida pelo Tribunal Superior Eleitoral. A liminar foi concedida nesta segunda-feira 14.

Em ação de cassação proposta pelo segundo colocado na eleição estadual, Neudo Campos (PP), Anchieta Júnior é acusado de usar uma emissora de rádio ligada ao governo, a Rádio Roraima AM, para se promover na eleição do ano passado. O TRE também determinou na última sexta-feira 11 a diplomação de Campos e de sua vice, Marília Pinto (PSB), além de aplicação de multa de cerca de 53 mil reais.

Na defesa do atual governador, advogados alegaram que o TRE contrariou princípios constitucionais ao não permitir que a rádio Roraima e o apresentador Mário César Balduíno, além do PSDB, fossem parte da ação. A liminar é válida até que a Corte Superior julgue o mérito do mandado de segurança impetrado pela defesa de Anchieta Júnior

(Com informações da Agência Brasil)

registrado em: