Você está aqui: Página Inicial / Política / CNT/Sensus: aumenta a rejeição de Serra

Política

Pesquisa Eleitoral

CNT/Sensus: aumenta a rejeição de Serra

por Redação Carta Capital — publicado 24/08/2010 11h57, última modificação 24/08/2010 12h33
O número de eleitores que dizem que não irão votar no tucano subiu de 30,8% para 40,7%

O número de eleitores que dizem que não irão votar no tucano subiu de 30,8% para 40,7%

A Pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta terça-feira 24, a candidata do PT Dilma Rousseff aparece com 18 pontos de vantagem sobre o candidato do PSDB José Serra. O novo levantamento Dilma cresceu de 41,6% para 46%. Serra que tinha 31,6% das intenções de voto agora 28,1%. Outra notícia ruim para o tucano é que houve aumento de rejeição que passou de 30,8%, apontados na última pesquisa, para 40,7%.

No estudo, Marina Silva, do PV, tem 8,1% dos votos ante 8,5% da pesquisa anterior.

O número de votos em branco, nulos e indecisos somam 16,8% ante 14,3% da última pesquisa. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Ao todo 2.000 pessoas foram entrevistadas em 136 municípios de 24 Estados, entre os dias 20 e 22 de agosto de 2010.

Numa simulação de segundo turno a petista ganharia com 52,9% dos votos contra 34% do tucano. Antes Dilma tinha 48,3% e Serra 36,6%.

A pesquisa perguntou aos participantes qual dos candidatos à presidência apresentou melhor propaganda eleitoral, 56% disseram que foi Dilma contra 34,3% que consideraram a campanha de Serra melhor.

Ao serem questionados sobre quem venceria as eleições, independente do voto, 61,8% apontaram a petista como vencedora e outros 21,9% acreditam na vitória do tucano. Para 1,3% Marina sairia vencedora. Outros 14,2% não souberam responder.

Por regiões - A região Sul do Brasil é a única onde Serra apresenta vantagem sobre Dilma. O tucano aparece com 47,8% das intenções de voto, contra 35,7% da petista. No levantamento anterior, o candidato do PSDB tinha 42,6% dos votos contra 37,1% de Dilma.

No Sudeste Dilma tem 39,2% dos votos ante 27,6% de Serra. Antes os dois candidatos apresentavam empate técnico com 33,2% para Dilma e 33,5% para Serra.

No Nordeste Dilma tem aumento de intenções de voto, passando de 58,4% para 62,1% e Serra que tinha 21,4% agora tem 19,85% dos votos do eleitorado da região.

No Norte e Centro Oeste Dilma tem 45% dos votos ante 38,4% da pesquisa anterior; Serra 25,5% contra 34,1%.

registrado em: