Você está aqui: Página Inicial / Política / Candidatos ignoram Kassab no 1º dia do horário eleitoral

Política

São Paulo

Candidatos ignoram Kassab no 1º dia do horário eleitoral

por Redação Carta Capital — publicado 21/08/2012 14h22, última modificação 21/08/2012 14h59
PPS conta com Marina Silva em seu programa; PT e PSDB tentam se aproximar das regiões dos eleitores

Na primeira propaganda eleitoral das eleições de 2012 , nenhum dos candidatos a vereador em São Paulo citou o nome do impopular prefeito Gilberto Kassab. Ele é aprovado por apenas 22% dos eleitores, segundo a última pesquisa do Datafolha. Todos os candidatos do seu partido, o PSD, ignoraram a existência dele.

O PT e o PSDB tentaram se aproximar de regiões específicas da cidade ao invés de se ater a propostas mais genéricas para toda a população.

Os petistas mostraram problemas do M’Boi Mirim, na Zona Sul da cidade, e da Cidade Tiradentes, na Zona Leste, em uma simulação de telejornal, batizado de “Jornal para Renovar São Paulo". Após a apresentação dos problemas de transporte nas duas regiões, candidatos do partido apareciam falando de possíveis soluções. Os vereadores petistas Antonio Donato e Chico Macena abriram os dois primeiros blocos do programa. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou de fora do primeiro dia de propaganda: ele não apareceu pedindo voto para os vereadores petistas.

Já o PSDB utilizou mapas da cidade atrás dos candidatos para indicar de que região da cidade cada um deles vinha. A estratégia dos partidos ajuda o eleitor a identificar-se com os postulantes.

Apesar de ter uma chapa composta de 83 candidatos, o PCdoB gastou todo seu tempo com apenas três deles. O ex-ministro dos Esportes, Orlando Silva, apareceu em imagens ao lado de Lula. "São Paulo pode ter dois ministros de Lula cuidando da cidade com Orlando Silva para vereador e Haddad para prefeito," dizia a propaganda.

Candidata à Presidência pelo PV nas eleições de 2010, Marina Silva apareceu ao lado do candidato a vereador Ricardo Young (PPS). Ele teve o mesmo tempo na tevê dos outros candidatos do seu partido, mas a produção da sua propaganda contrastou com os demais.

O PSTU usou seu tempo para lembrar da aliança entre o PT e o PP, do deputado federal Paulo Maluf.