Você está aqui: Página Inicial / Política / Avaliação do governo cai, mas Dilma venceria no 2º turno

Política

Eleições 2014

Avaliação do governo cai, mas Dilma venceria no 2º turno

por Redação — publicado 23/07/2014 10h14, última modificação 23/07/2014 12h28
A candidata tem 38% das intenções de voto no primeiro turno, enquanto Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) alcançam 22% e 8%, respectivamente
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Dilma Rousseff

31% dos entrevistados avaliam o governo de Dilma Rousseff como bom ou ótimo contra 33% que avaliam como ruim ou péssimo

A avaliação negativa do governo Dilma tem crescido nas últimas pesquisas, mas isso não tem tido tido impacto relativo nas intenções de voto segundo a mais recente edição do Ibope/Estado/TV Globo divulgada na terça-feira, 22. Se em janeiro e fevereiro de 2014 20% dos entrevistados avaliavam a gestão da presidenta como ruim ou péssima, hoje eles são 33%. Na simulação para o pleito em outubro, no entanto, Dilma Rousseff tem 38%, em detrimento dos 40% das intenções medidas em março.

Dilma é seguida por Aécio Neves (PSB) com 22% e Eduardo Campos (PSB) com 8% das intenções de voto. No segundo turno, a queda da candidata é mais acentuada. Numa comparação entre os outros dois candidatos, Dilma perdeu 6 pontos em quatro meses, enquanto Aécio e Campos cresceram 13 pontos. Ainda assim, não ultrapassam a candidata petista, que tem 41% na simulação com os dois candidatos, contra 33% de Aécio e 29% de Campos. Brancos e nulos somam 16%. Indecisos, 9%.

No último final de semana, pesquisa Datafolha havia apresentado empate técnico entre Dilma e Aécio no segundo turno. A diferença era de quatro pontos percentuais, cinco a menos do que na pesquisa do Ibope.

O Ibope perguntou também a nota, de 0 a 10, que o entrevistado dá ao governo federal. A média de Dilma ficou em 5,4. O índice de entrevistados que acham o governo bom ou ótimo é de 31%, o mesmo número indicado pela primeira pesquisa feita após as manifestações de junho de 2013. Outros 36% avaliaram a gestão Dilma como regular.

A pesquisa entrevistou 2.002 pessoas entre 18 e 21 de julho, em 143 municípios brasileiros de todas as regiões do Brasil. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos, para mais ou para menos. Registro da pesquisa no TSE: BR-00235/2014.