Você está aqui: Página Inicial / Política / Após Aécio e FHC, Serra abre fogo contra PT

Política

10 anos no poder

Após Aécio e FHC, Serra abre fogo contra PT

por Redação Carta Capital — publicado 21/02/2013 15h48, última modificação 21/02/2013 15h48
Ex-governador disse que petistas elevaram “estelionato eleitoral à categoria de arte”

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) criticou na noite desta quarta-feira 20 o evento em que o PT comemorou dez anos na presidência da República. "A mentira tem sempre uma face dupla, frequentemente ignorada: inventa o que não houve para esconder o que houve. No poder, o PT teve de negar a si mesmo, elevando o estelionato eleitoral à categoria de arte. Só que isso exigiu reinventar o passado de seus adversários", disse Serra, segundo o jornal Estado de São Paulo.

O PT produziu material em que comparava os anos do partido no poder com as gestões tucanas. No evento, Lula também falou explicitamente sobre a candidatura à reeleição de Dilma Rousseff (PT) e criticou a imprensa e a oposição.

As críticas de Serra vieram à tona após as manifestações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do senador Aécio Neves (PSDB).  Na terça-feira 19, FHC divulgou um vídeo dizendo que as comparações feitas pelo PT com a sua gestão na presidência (1995-2002) são “coisa de criança” e “parecem picuinha”. Já o senador tucano elencou 13 erros do PT cometidos nos últimos anos em discurso no plenário do Senado.