Você está aqui: Página Inicial / Política / Ana Maria Braga e donos das Casas Bahia também tiveram sigilo violado

Política

Receita Federal

Ana Maria Braga e donos das Casas Bahia também tiveram sigilo violado

por Redação Carta Capital — publicado 26/08/2010 15h06, última modificação 26/08/2010 16h09
O computador que invadiu os dados da apresentadora e da família Klein foi o mesmo que acessou as informações de quatro tucanos

O computador que acessou os dados da apresentadora e da família Klein foi o mesmo que acessou os dados de quatro tucanos

A mesma agência da Receita Federal que violou o sigilo dos dados de quatro tucanos também acessou as informações de declaração de renda da apresentadora da TV Globo Ana Maria Braga e dos donos das Casas Bahia: Samuel Klein, empresário polonês que fundou as Casas Bahia, Michael Klein, diretor-executivo da rede, Maria Alice Pereira Klein, mulher de Michael, e Rapahel Oscar Klein, neto de Samuel. Em 16 de novembro de 2009, o computador da servidora Addeilda Ferreira Leão dos Santos na sede da Receita em Mauá, no interior de São Paulo, entrou nos dados fiscais da apresentadora.

Os tucanos que tiveram os seus dados acessados foram o vice-presidente do PSDB Eduardo Jorge Caldas, o ex-ministro das Comunicações de Fernando Henrique Cardoso Luiz Carlos Mendonça de Barros, Ricardo Sérgio de Oliveira, caixa de campanhas tucanas até 1998 e Gregório Marin Apreciado, investigado na CPI do Banespa, ao lado de Oliveira. Os tucanos alegam que as informações seriam utilizadas em um “dossiê” sobre o presidenciável José Serra.

Por meio de suas assessoria de imprensa, Ana Maria Braga negou saber de qualquer investigação e disse não ter nenhuma propriedade em Mauá. A servidora responsável pelo computador que violou os dados do Fisco também negou qualquer relação com o caso.

Para ler a reportagem sobre a violação dos dados do tucanos, .

registrado em: