Você está aqui: Página Inicial / Política / Perillo e Agnelo vão à CPI nesta semana

Política

Cachoeiroduto

Perillo e Agnelo vão à CPI nesta semana

por Redação Carta Capital — publicado 11/06/2012 10h31, última modificação 11/06/2012 10h48
Governadores terão que explicar nesta semana suspeitas de ligação com a quadrilha do bicheiro Carlinhos Cachoeira
AgenciaBrasil220512_JFC4451

Cachoeira durante depoimento à CPI em maio. Foto: Agência Brasil

Dois governadores prestarão depoimento nesta semana sobre as denúncias de envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira na CPI que investiga o caso. O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), será ouvido nesta terça-feira (12). Já o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), irá à comissão na quarta-feira (13).

Ambos governadores são suspeitos de participar nos negócios da quadrilha de Cachoeira. Perillo é suspeito de negociar um imóvel com Cachoeira com a ajuda do ex-vereador de Goiânia Wladimir Garcez (PSDB). Foi nesta casa, localizada em Goiânia, que Carlinhos Cachoeira foi preso pela Polícia Federal em 29 de fevereiro. O governador também é suspeito de nomear pessoas indicadas pelo bicheiro para órgãos estaduais.

Já o governador do Distrito Federal terá que explicar a suposta ligação de integrantes do seu governo com Cachoeira. O ex-chefe de gabinete do governador, Cláudio Monteiro, é suspeito de favorecer a quadrilha.

Um grampo da Polícia Federal mostra um diálogo entre o araponga Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, e o ex-diretor da Delta no Centro-Oeste, Claudio Abreu. Na gravação, eles falam sobre a nomeação de um aliado de Cachoeira no Serviço de Limpeza Urbana de Brasília.

Perillo e Agnelo foram convocados pela comissão na sessão do dia 30 de maio, quando foi rejeitado o requerimento para levar o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), à comissão. O peemedebista apareceu em fotos e vídeos ao lado de Fernando Cavendish, ex-diretor da Delta, em um restaurante caro de Paris, se divertindo com guardanapos na cabeça.