Você está aqui: Página Inicial / Política / A entrega do Prêmio “As Empresas Mais Admiradas do Brasil”

Política

A entrega do Prêmio “As Empresas Mais Admiradas do Brasil”

por Redação Carta Capital — publicado 19/10/2010 10h09, última modificação 21/10/2010 16h16
Com a presença do presidente Lula, cerimônia lota salão de eventos. Natura é a empresa mais admirada do ano
Como foi a entrega do Prêmio As Mais Admiradas

Com a presença do presidente Lula, cerimônia lota salão de eventos. Natura é a empresa mais admirada do ano. Entre Lula e Mino Carta, os executivos da Natura. Foto: Alvaro Motta

Com a presença do presidente Lula, cerimônia lota salão de eventos. Natura é a empresa mais admirada do ano

A cerimônia de entrega do prêmio As Empresas Mais Admiradas no Brasil 2010 realizada nesta segunda-feira 18, em São Paulo, foi o maior sucesso. Mais de 700 empresários e executivos lotaram os salões do Rosa Rosarum para prestigiar o tradicional evento. Anualmente, a partir de pesquisa realizada pela Officina Sophia, de Paulo Secches, ele premia as empresas que mais se destacaram em 48 segmentos do mercado.

Presentes, entre as autoridades, o próprio presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros Guido Mantega, da Fazenda, Miguel Jorge, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Orlando Silva, do Esporte e Carlos Eduardo Gabas da Previdência Social. Também prestigiaram a cerimônia, o ex-governador do Paraná e senador eleito Roberto Requião, o senador Eduardo Suplicy e os deputados Brizola Neto, Carlos Zarattini e André Vargas.

Na abertura do evento, discursou o diretor de Redação de CartaCapital, jornalista Mino Carta, que destacou os avanços obtidos no País nos últimos anos e comparou a gestão do presidente Lula com a de seu antecessor Fernando Henrique Cardoso. Mino reiterou o apoio da revista à candidata Dilma Rousseff, justificado pela necessidade de dar continuidade ao processo de desenvolvimento do País e de erradicação da miséria.

A Natura foi eleita a Empresa Mais Admirada do País e Roger Agnelli, o líder empresarial do ano. A relação completa dos premiados e as fotos do evento você terá neste espaço ao longo do dia.

Ao final da premiação, discursaram em nome dos empresários, Abílio Diniz, do Grupo Pão de Açúcar, e Roberto Setúbal, do Itaú.

O ponto alto da noite foi o discurso do presidente Lula, que, em tom de despedida, fez um balanço de sua gestão e afirmou que tinha a convicção de que deixaria o País numa situação extremamente favorável para seu sucessor.

Os discursos de Lula, Abílio Diniz e Roberto Setúbal, você terá na íntegra aqui, logo mais.