Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Venezuela defende retorno do Paraguai ao Mercosul

Internacional

América Latina

Venezuela defende retorno do Paraguai ao Mercosul

por AFP — publicado 25/04/2013 10h56, última modificação 25/04/2013 10h57
Presidente Nicolás Maduro manifestou desejo de “retomar o ritmo das relações comerciais, diplomáticas e políticas” com o país no bloco
Nicolás Maduro e Jorge Arreaza

Maduro, presidente da venezuela, e seu vice, Jorge Arreaza, em encontro com ministros em Caracas, na terça-feira 23. Foto: Juan Barreto / AFP

CARACAS (AFP) – O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, disse nesta terça-feira 24 que conversou por telefone com o presidente eleito do Paraguai, Horacio Cartes, e manifestou seu desejo de “retomar o ritmo das relações comerciais, diplomáticas e políticas” com aquele país, que “faz falta” no Mercosul e na Unasul.

“Ratificamos nosso desejo de retomar o ritmo de relações econômicas, comerciais, diplomáticas, políticas, culturais”, disse Maduro, durante uma reunião com governadores, transmitida pela emissora oficial VTV.

“Nós lhe desejamos sorte como novo presidente do Paraguai e esperamos sejam superadas as circunstâncias que levaram à suspensão do Paraguai no Mercosul e na Unasul e tenhamos o Paraguai no Mercosul e na Unasul, porque faz falta, porque são nossos irmãos sul-americanos”, completou Maduro.

Paraguai e Venezuela interromperam relações diplomáticas após a destituição de Fernando Lugo. Maduro, então chanceler, foi acusado por Assunção de “grave intervenção” na crise política.

Leia mais em AFP Movel.