Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Turquia responde a novo disparo sírio e premier diz que 'guerra não está longe'

Internacional

Fronteira

Turquia responde a novo disparo sírio e premier diz que 'guerra não está longe'

por Redação Carta Capital — publicado 05/10/2012 18h15, última modificação 05/10/2012 18h26
Tensão entre os países aumentou na quarta-feira, quando disparos da Síria mataram cinco civis turcos

O Exército turco atacou nesta sexta-feira 5 a Síria, em retaliação a um novo disparo vindo do país vizinho. A investida síria atingiu a localidade turca de Altinozu, na fronteira, provocando a resposta imediata, indicou a rede NTV. Não houve registro de vítimas na província de Hatay, no sudoeste da Turquia.

A tensão entre os países aumentou na quarta-feira, quando disparos procedentes da Síria mataram cinco civis no povoado fronteiriço turco de Akçakale. Anacara respondeu disparando contra posições militares sírias e anunciou que retaliaria sistematicamente cada disparo que invadisse seu território.

Na quinta-feira 4, o Parlamento turco aprovou uma permissão para operações militares do Exército em território sírio como ferramenta de dissuasão.

Hoje, o primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan, disse que o país “não está longe da guerra”. O premier havia dito antes a Damasco que não testasse os limites e a determinação da Turquia. “ Isso será um grave erro. Não estamos blefando.”

Durante uma manifestação convocada por militantes do partido no poder, Erdogan reiterou que seu país não deseja uma guerra com a Síria, mas que não hesitaria em responder a todos os atos que ameacem a "segurança nacional" e que o regime do presidente Bashar al-Assad pagaria um "alto preço" em caso de um novo incidente.

Com informações AFP. Leia mais em AFP Movel.