Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Turquia fecha fronteiras com Síria por razões de segurança

Internacional

Oriente Médio

Turquia fecha fronteiras com Síria por razões de segurança

por AFP — publicado 25/07/2012 11h16, última modificação 06/06/2015 16h55
As fronteiras permanecerão fechadas por tempo indeterminado onde prosseguem os confrontos entre os rebeldes e as forças do regime de Bashar al-Assad

ANCARA (AFP) - A Turquia fechará por tempo indeterminado nesta quarta-feira 25 "por razões de segurança" suas fronteiras com a Síria, onde prosseguem os confrontos entre os rebeldes e as forças do regime de Bashar al-Assad, indicou um funcionário turco à AFP.

"Tomamos esta medida para nossos cidadãos por razões de segurança", disse um funcionário turco que não quis se identificar. "É uma medida por tempo indeterminado e a reabertura (das fronteiras) dependerá de como a situação vai evoluir", acrescentou.

A medida envolve os cidadãos turcos, indicou a fonte. Os estrangeiros que desejarem atravessar a fronteira em direção à Síria deverão assinar um documento com informações sobre os perigos que encontrarão, disse.

A fronteira entre a Turquia e a Síria tem 877 quilômetros de extensão e inclui sete postos fronteiriços em atividade.

Desde a semana passada, os rebeldes que combatem o governo de Damasco controlam três destes postos no lado sírio, precisamente aqueles que constituem os principais pontos de passagem entre os dois países: Bab al-Hawa, Al-Salama e Jarablus.

Durante a conquista do lado sírio do posto de Bab al-Hawa (situado a 50 km da cidade síria de Aleppo), cerca de 30 caminhões turcos foram saqueados em território da Síria, e nove dos veículos foram incendiados.

Leia mais em AFP Movel.