Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Turquia e países árabes são contra intervenção na Síria

Internacional

Oriente Médio

Turquia e países árabes são contra intervenção na Síria

por AFP — publicado 16/11/2011 14h08, última modificação 16/11/2011 14h08
Em comunicado conjunto países pediram a adoção de 'medidas urgentes para proteger os civis' da repressão do regime do presidente Bashar al Assad

RABAT, Marrocos (AFP) - Turquia e a Liga Árabe declararam, em um comunicado conjunto divulgado nesta quarta-feira depois do fórum de cooperação turco-árabe, em Rabat, que são contra qualquer intervenção estrangeira na Síria.

Os países também pediram a adoção de "medidas urgentes para proteger os civis" da repressão do regime do presidente Bashar al Assad.

"O Fórum afirma que é preciso deter o derramemento de sangue e preservar os cidadãos sírios de novos atos de violência e de matanças, o que implica uma tomada de medidas urgentes para garantir a proteção dos civis", assegura o comunicado.

"Os ministros também insistiram na importância da estabilidade da unidade da Síria, e na necessidade de encontrar uma solução para a crise, sem nenhuma intervenção estrangeira", acrescenta o comunicado.

Em uma coletiva de imprensa ao final do fórum, o ministro das Relações Exteriores turco reiterou que "é preciso deter o derramento de sangue na Síria".

"Condenamos todas as pressões que sofre o povo sírio e condenamos os ataques contra as representações diplomáticas" realizados em resposta à decisão de a Liga Árabe de impor sanções ao regime de Damasco.

registrado em: , ,