Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Suécia nega visto a time de futebol juvenil sírio

Internacional

Sem Fair Play

Suécia nega visto a time de futebol juvenil sírio

por AFP — publicado 19/07/2012 18h56, última modificação 06/06/2015 18h19
Justiça do país alegou haver 'alto risco' de permanência dos jogadores na Europa, devido ao conflito na Síria
futebol

Foto: Franck Fife/AFP

ESTOCOLMO (AFP) - A Justiça sueca anunciou nesta quinta-feira 19 que negou o visto para os membros de uma equipe de futebol juvenil de Kamemshli, noroeste da Síria, pelo "alto risco" de que os jogadores permaneçam na Europa. O grupo participaria do torneio Gothia Cup, o maior do mundo na categoria.

A embaixada da Suécia na Jordânia negou-se a emitir os vistos na última quinta-feira. No seguinte, a equipe solicitou uma revisão, que, segundo a lei sueca, poderia ter revogado a decisão inicial.

"O tribunal de imigração determinou que a situação da segurança na Síria é muito grave, e existe um alto risco de que os solicitantes do visto permaneçam no Espaço Schengen após a sua expiração", explicou o tribunal encarregado do caso.

O tribunal lembrou que o direito comunitário permite negar o visto caso haja dúvidas sobre a intenção do solicitante em deixar a Europa após a conclusão de sua viagem.

O Ministério das Relações Exteriores da Suécia havia indicado na última sexta-feira que tinha negado o visto por "motivos confidenciais".

Leia mais em AFP Movel.

registrado em: , ,