Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Roubo milionário de diamantes em pista do aeroporto de Bruxelas

Internacional

Ação relâmpago

Roubo milionário de diamantes em pista do aeroporto de Bruxelas

por AFP — publicado 19/02/2013 16h26, última modificação 06/06/2015 18h23
Em um assalto relâmpago, com duração de apenas 5 minutos, oito homens roubam um carregamento de diamantes avaliado em 50 milhões de dólares, no aeroporto de Bruxelas

BRUXELAS (AFP) - Homens armados com fuzis e metralhadoras roubaram na segunda-feira 18 um carregamento de diamantes avaliado em 50 milhões de dólares, depois de atacar a porta de carga de uma avião comercial em plena pista do aeroporto de Bruxelas. "Foi um dos maiores roubos da história", afirmou um porta-voz do Centro Mundial de Diamantes (AWDC), com sede na Antuérpia, que representa o setor de pedras preciosas. "Eram diamantes brutos e lapidados procedentes da Antuérpia e que seguiriam para Zurique, Suíça", completou a fonte.

As autoridades aeroportuárias e a promotoria de Bruxelas confirmaram que a ação não provocou mortos ou feridos. Os passageiros já estavam a bordo do avião no momento do ataque. "Estamos diante de um roubo minuciosamente preparado por profissionais", declarou Ine Van Wymeersch, porta-voz do Ministério Público de Bruxelas.

"Oito homens fortemente armados com fuzis e metralhadoras, encapuzados e com uniformes da polícia, atravessaram pouco antes das 20 horas (16 horas de Brasília) as barreiras do aeroporto e entraram a toda velocidade na pista. Seguiram até o avião comercial que viajaria para a Suíça", completou a porta-voz.

Eles forçaram as portas da carga do avião, onde os diamantes já haviam sido colocados em uma ação que durou cinco minutos. "Levaram pelo menos 120 pacotes com os diamantes", disse. "Os homens, que vieram em duas caminhonetes, estavam vestidos como policiais."

O AWDC manifestou preocupação com o roubo em pleno aeroporto de Bruxelas, onde a cada dia circulam diamantes avaliados entre 150 e 200 milhões de dólares.

Após o ataque os dois veículos fugiram em alta velocidade pelo mesmo caminho de entrada. Pouco depois, um dos carros utilizados no roubo foi encontrado queimado nas proximidades do aeroporto.

Segundo o site do aeroporto, o avião seria um Fokker 100 com capacidade de 100 passageiros. "O avião não decolou e os passageiros não perceberam ou viram nada", disse Van Wymeersch.

Segundo o jornal belga Het Laatste Nieuws, as autoridades acreditam que os criminosos contavam com cúmplices dentro do aeroporto.

Mais cedo, um canal de televisão belga informou que um grupo de homens fortemente armados havia atacado um caminhão de transporte no aeroporto de Bruxelas, que teria diamantes avaliados em 350 milhões de euros. "Podemos confirmar que às 19h47 um grupo de indivíduos entrou no aeroporto a bordo de dois veículos que atravessaram as barreiras", afirmava o comunicado das autoridades aeroportuárias.

Leia mais em AFP Movel

registrado em: