Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Romney vence na Flórida e se consolida como candidato

Internacional

Eleições nos EUA

Romney vence na Flórida e se consolida como candidato

por AFP — publicado 01/02/2012 08h56, última modificação 01/02/2012 08h56
Em primária republicana, Romney confirmou as previsões das pesquisas de uma vantagem de 14 pontos sobre Gingrich (46% a 32%)

O milionário Mitt Romney arrasou nesta terça-feira na eleição primária da Flórida, conseguindo uma sólida vantagem sobre o conservador Newt Gingrich, o que volta a colocá-lo como claro favorito para ser o candidato republicano para enfrentar Barack Obama em novembro.

Romney confirmou as previsões das pesquisas de uma vantagem de 14 pontos sobre Gingrich (46% a 32%), após a apuração de 94% dos votos.

Esta é a segunda vitória de Romney depois de ganhar em meados do mês em New Hampshire nas primárias que começaram em 3 de janeiro em Iowa, vencidas então pelo ex-senador conservador Rick Santorum - terceiro nas pesquisas.

Gingrich venceu, por sua vez, a primária realizada na Carolina do Sul, em 21 de janeiro. O representante do Texas, Ron Paul, se mantém no quarto posto.

 

"Uma primária competitiva não nos divide, nos prepara e vamos vencer", disse Romney em alusão aos ataques pessoais feitos contra Gingrich para esta campanha que fechou como vitorioso com um evento em Tampa (centro da Flórida), sendo apresentado por sua mulher Anne, seus cinco filhos e alguns netos.

"Bom, senhor presidente, você foi eleito para dirigir, você preferiu ser um seguidor e agora é hora de sair do caminho", lançou o ex-governador de Massachussetts em referência a Barack Obama para uma multidão eufórica.

Na Flórida, o Partido Republicano conta com mais de 4 milhões de afiliados e o vencedor ganha 50 delegados dos 1.144 necessários para conseguir a candidatura presidencial republicana, a qual se decidirá em uma convenção do partido em agosto em Tampa.

Newt Gingrich e a esposa Callista durante evento da campanha em Orlando

Gingrich reconheceu a derrota, mas advertiu que a batalha pela candidatura era longa.

As imagens na sede de campanha de Gingrich em Orlando mostravam um cartaz que dizia: "ainda restam 46 Estados", esclarecendo que apesar do tropeço de terça-feira, segue adiante.

"Votem em Romney porque é o mais positivo dos candidatos e acredit que sua experiência como empresário é o que necessitamos hoje no país", disse à AFP Steve Avila, um recém-formado em Economia de 22 anos, em um centro de votação em Brickell, o centro financeiro de Miami.

Segundo pesquisas de boca de urna, 62% do eleitorado da Flórida votou pensando que a economia era o principal problema que devia ser solucionado por um candidato.

Nesse sentido, Romney disse que depois da Flórida "gostaria de destinar mais tempo focando no presidente Obama, que é o que será essencial para chegar à Casa Branca", citando os ataques pessoais.

Mas Gingrich continuava confiando que suas credenciais conservadores - e o apoio dos líderes ultraconservadores do Tea Party como Sarah Palin e Herman Cain - lhe permitirão vencer Romney e posteriormente, Obama.

registrado em: